[PS2 Exclusivo] Beats Of Rage (v01b)

Beats_Of_Rage

O “BOR” (Beats Of Rage) é o projeto que antecede o “OpenBor” (Open Beats Of Rage), que nada mais é que uma engine que nos permite jogar jogos no estilo “Beat’em Up” criados por terceiros utilizando “Sprites” de jogos clássicos, para quem não lembra o que é um jogo no estilo Beat’em Up vou citar alguns, Final Fight, Street Of Rage e Cadillacs End Dinossauros são exemplos de jogos clássicos de Beat’em Up”, apesar da versão desde aplicativo para Playstation 2 ser bem antiga existe alguns títulos de alto nível que foi portado para ele, então baixe os jogos (em ISOs) e boa diversão em seu Playstatio 2, e se possível ajude a testar os jogos, deixe seu comentário dando um parecer se o jogo esta 100% funcionando!

  • Obrigatório:  Um Playstation 2 funcionando, uma Mídia USB (PenDrive ou HD Externo) e usar de preferência o Open PS2 Loader para poder rodar o emulador em ISO!
  • Ultima Atualização: Dia 03/08/2016 (Os seguintes jogos foram atualizados “Crisis Evil 2 Remake v1.1, Saint Seiya Death And Rebirth v1.1 e Strider X v1.1 [Adriano Oliveira]” Obrigado Adriano Oliveira, Dia 25/03/2017 (Adicionado “Rage Of The Streets Zombies [Adriano Oliveira]” obrigado Adriano Oliveira e The Simpsons In Monster Mash [Demo], Dia 31/03/2017 (Atualizado “Saint Seiya Death And Rebirth versão 2.0 [Adriano Oliveira]” obrigado Adriano Oliveira, Dia 04/05/2017 (Atualizado Battletoads v2.0 [Adriano Oliveira], Crisis Evil 1 Remake v2.0 [Adriano Oliveira], Rage Of The Streets v2.0 [Adriano Oliveira] e Saint Seiya Death And Rebirth v2.1 [Adriano Oliveira]” obrigado Adriano Oliveira.
  • Site Oficial: http://www.chronocrash.com

a

ATENÇÃO: Muitos dos jogos de BOR disponibilizados aqui no blog neste poste são exclusivos, essa exclusividade existe graças ao amigo ADRIANO OLIVEIRA que doa muitas horas convertendo os jogos para que funcione em nosso Playstation 2 e depois nos oferece a honra de postar!

a

Tutorial

1:) Para jogar os jogos disponíveis é só baixar o arquivo de imagem (no final do poste) equivalente ao jogo que desejar, depois de baixar descompacte (com o 7-zip). Após descompactar coloque a imagem “(BOR) Beats Of Rage.iso” (usei como exemplo o jogo “Beats Of Rage”) na pasta DVD na raiz do sua Mídia USB (PenDrive ou HD Externo), se a pasta DVD não existir crie uma.

2:) Com a imagem “(BOR) Beats Of Rage.iso” na pasta DVD é só você iniciar o jogo “Beats Of Rage” a partir do Open PS2 Loader.

NOTA: Esta coletânea foi testada no Open PS2 Loader v0.9.4 WIP.

a

OBSERVAÇÃO: Pessoal eu converti os jogos de “BOR” em “ISOS” para ficar mais fácil de ser jogados, porém o “ELF” que foi testado todos os jogos da lista abaixo não é o mesmo que vem nas ISOS, se der algum problema de travamento nos jogos que foram testados, recomendo que extraia a ISO e pegue o arquivo “bor.pak” e coloque numa pasta junto com o “PS2bor (v01b).ELF” (você pode baixar ele no final do poste) e acesse o “PS2bor (v01b).ELF” com o ULaunchELF.

a

Novidades: BATTLETOADS (v2.0)
Para começar, o painel frontal obrigatório em todos os estágios foi removido. Este painel era formado por duas barras pretas nas extremidades superior e inferior da tela. Apesar de estiloso sua função real era esconder imperfeições nos cenários. Tudo foi reeditado no PhotoShop.
Duas fases foram removidas por causa de sua estética simplista demais e outras duas foram modificadas usando elementos do PAK original.
A animação de deslocamento do Zitz e do Pimple foi modificada.
Animações gigantes foram removidas nas fases do Ivan Drago e do Clubber Lang.
O personagem “bub” foi removido. Afinal quem aqui jogava com ele?
Todos os inimigos foram redistribuídos do zero pelas fases.
A animação original de ataque da Dark Queen foi restabelecida. O problema e que agora ela está muito mais difícil.
Agora é possível jogar em contínuo os capítulos “Arcade” e “Revanche” sem precisar reiniciar o PS2, mas o jogo trava assim que entrar no “Zombie Fest!!!”.
– CRISIS EVIL 1 REMAKE (v2.0)
Painéis frontais foram adicionados em certas fases.
O Chris e os lickers agora são os mesmos do Crisis Evil 2.
O Crisis Evil 2 possui alguns cenários do Crisis Evil 1, portanto foram atualizados como na revisão anterior.
Ambos cenários, da mansão (2ª andar) e do laboratório, foram modificados.
O Tyrant possui mais sprites na sua animação e um ataque adicional (dash frontal).
Por último, um novo inimigo foi adicionado, tendo em vista que só há um único chefe no jogo: T-00, também conhecido por “MR.X”. Eu o encontrei num mod para PS3 chamado Paintown. Eu o baixei e descompactei seu arquivo (no formato PKG) a fim de buscar por novos sprites e acabei achando o tal “Mr.X” numa das pastas. Como o Paintown se utiliza de uma linguagem diferente do BOR, eu tive que criar do zero toda a configuração do personagem no OpenBOR Stats. Agora no Crisis Evil 1 ele é um sub-chefe recorrente em todas as fases. Ele não é difícil nem ágil, mas seus ataques tiram uma quantidade considerável de HP.
– RAGE OF THE STREETS (v2.0)
Somente duas alterações foram feitas neste PAK: a inteligência artificial do Shiva foi modificada com base na sua versão do ROTS Zombies, e a Blaze agora possui um especial livre muito mais funcional. De resto o PAK permance inalterado.
– SAINT SEIYA DEATH AND REBIRTH (v2.1)
Eu quis por em prática a ideia de que quanto menos personagens jogáveis, mais leves os PAKs se tornam quando executados. Eu criei duas versões do Saint Seiya: no “PAK A” pode-se jogar com o Seiya e o Shiryu apenas e no “PAK B” com o Shun e o Hyoga. Ambos podem ser finalizados sem a necessidade de reiniciar o PS2.

 a

Agradeço ao Adriano Oliveira por ter portado alguns jogos de BOR inéditos no Playstation 2 e dar exclusividade ao Blog Mundo Wii Hack para disponibilizar ao publico.

Jogos Testados e Funcionando

FAÇA SUA PARTE AJUDE A TESTAR OS JOGOS
  • Alien VS Predator Aftermath (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Battletoads (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Beats Of Rage (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Beats Of Rage Remix (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Castlevania Symphony Of Destruction (Terminado e 100% funcionando, testado por All).
  • Chrono Killer (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Crisis Evil (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Crisis Evil 1 Remake (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Crisis Evil 2 (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Crisis Evil 1 Remake (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Final Fight 2 Mad Gears Revenge (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Final Fight 3 (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Final Fight PS2 Version (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Golden Axe Curse Of The Death Adder (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Kill Ryu 1 (Demo) (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Rage Of The Streets (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Rage Of The Streets Zombies (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Saint Seiya Death And Rebirth (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Street Fighter Beats Of Rage Remix 2 (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Strider X (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • The Simpsons In Monster Mash (Demo) (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Xmen VS. Street Fighter (Terminado e 100% funcionando, testado por Tokureview).

a

Baixar Servidor 1 (Jogos)

Baixar Servidor 2 (Jogos)

a

Baixar Servidor 1 (v01b)

Baixar Servidor 2 (v01b)

a

Dúvidas ou sugestões, deixe seu comentário.

Se este poste foi útil pra você, não deixe de apertar no botão Curtir

Anúncios

134 comentários sobre “[PS2 Exclusivo] Beats Of Rage (v01b)

  1. Post rápido aqui pra falar sobre o funcionamento de alguns jogos que estou testando.
    Aliens vs Predator, joguei durante uns 30 minutos antes que travasse, repeti o teste algumas vezes e sempre trava na mesma parte, da segunda para a terceira fase.
    Fiz o teste com jogo lançado através do uLAUNCHELF armazenado num usb.
    O Ps2 modelo 70000 com matrix infinity 1.93.
    Vou continuar testando outros jogos e passo pra deixar o relato depois.
    🙂

  2. Mais um jogo testado e dessa vez funcionando 100% Castlevania Symphony Of Destruction.
    Rodou liso sem travamentos joguei mais de uma hora e tudo fluiu muito bem.

  3. Alguns testes meus
    Hyper Final Fight 2 (Trava na primeira Tela)
    BOR Remix 2 (Trava na Segunda Tela)
    Rhythm of Destruction 2 Street Fighter Edition (Trava entre a primeira e a Segunda Tela)
    Rhythm Of Destruction 1 é o mesmo jogo que Beats Of Rage Remix
    Double Dragon Extreme (Todos trava entre a primeira e a Segunda Tela)
    X- Men (Trava na Segunda Tela)
    Kill Ryu 2 (O jogo esta em uma versão muito inicial)

  4. Alguem ai conseguiu um forwarder desse jogo? Ate tentei fazer, mas ao iniciar o canal da erro de falta de memoria do Wii! O estranho que isso nunca me aconteceu,,, Masse alguém tiver eu agradeço se compartilhar conosco!

  5. Desculpe a pergunta, mas todos os PAKs foram de fato finalizados? Pergunto pois tenho certeza de que alguns aí da listagem em um dado momento acabaram travando aqui. Minha experiência sobre os mesmos:

    *Alien VS Predator Aftermath – travou na 3º ou 4º fase (parece uma base/nave alien). Li que o mesmo se encontra incompleto;

    *Saint Seiya Death And Rebirth – baixei a versão reeditada para o PS2 e travou numa fase “que se parece com um rio de sangue”. Acabei eu mesmo modificando o PAK dividindo-o em duas partes (cada uma abrangendo um certo número de fases).

    Aproveitando o espaço, tomei a liberdade de colocar o link dos PAKs que joguei até o fim, sem erros:
    https://mega.nz/#F!Cx9TwRqA!tXrEBQmyE5yI0_GC00JWPw

    Fazendo uma modificação num editor hexadecimal, consegui pôr todos os PAKs e seus respectivos executáveis numa só pasta. Todos foram adaptados usando Photoshop para correção da paleta de cores, dowsampling dos arquivos de audio e remoção de certos elementos e linhas de códigos utilizadas no OPENBOR. Tão cedo não pretendo adaptar mais nada, pois a trabalheira foi grande.

    Segue a listagem e instruções:
    CHRONO KILLER (CHRKILLR.ELF) = 001.PAK
    CRISIS EVIL 1 REMAKE (CRISIS1R.ELF) = 002.PAK
    CRISIS EVIL 2 REMAKE (CRISIS2R.ELF) = 003.PAK
    FINAL FIGHT 1 (FFIGHT1.ELF) = 004.PAK
    FINAL FIGHT 2 (FFIGHT2.ELF) = 005.PAK
    FINAL FIGHT 3 (FFIGHT3.ELF) = 006.PAK
    STRIDER X (STRIDERX.ELF) = 007.PAK ==> não é o demo e sim o jogo full
    SAINT SEIYA – DEATH AND REBIRTH (STSEIYA.ELF) = 008.PAK

    1º) Crie uma pasta com nome condizente com o homebrew (uma sugestão: PS2BOR);
    2º) Coloque a pasta “PS2BOR” em qualquer local de sua preferência, seja HD interno ou USB;
    3º) Copie os arquivos baixados (PAKs e executáveis) para a pasta PS2BOR;
    4º) Rode qualquer elf e divirta-se. Utilize o arquivo “_PAKS.TXT” como referência a fim de identificar o PAK e seu respectivo executável.

    Para finalizar, o PS2BOR é compatível com o multiloader. Gravado num DVD e testado tanto a leitura da mídia em si, como rodando através do Open PS2 Loader.

    • Cara antes de de qualquer coisa, muito obrigado, por seu tempo e trabalho no BOR do PS2!

      *Alien VS Predator Aftermath – realmente este jogo esta incompleto depois da terceira fase ele volta para o menu (eu uso a seguinte ideia para considerar o jogo funcionando “se ele não travou de eu ter que desligar o console, ele esta funcionando)!

      *Saint Seiya Death And Rebirth – Eu não me lembro direito mas acho que este jogo depois desta tela “do rio de sangue” volta para o menu, quando chegar em casa eu baixo sua versão e comparo com a que eu tenho!

      “Fazendo uma modificação num editor hexadecimal, consegui pôr todos os PAKs e seus respectivos executáveis numa só pasta”, eu imagino mais ou menos o que você fez, não tem como você criar um tutorial explicando como você fez, quem sabe não seria uma boa ideia fazer a mesma coisa com os outros jogos, seria algo a se pensar!

      E não pare de adaptar, infelizmente não temos ninguém com sua habilidade para adaptar os jogos, continue no seu próprio tempo, mas não desista!

  6. O PS2 é meu console favorito. Voltei a “brincar” com ele depois que o meu PS3 fez o favor de superaquecer e me deixar na mão. Enfim…

    Cara, para ser sincero eu sou noob no que se trata de editar ou modificar o conteúdo de qualquer arquivo. Uso bastante o conhecimento do amigo Sedan75 do site “http://hotplugdicas.blogspot.com.br/”. Lá sim pode-se encontrar excelentes tutoriais e ferramentas, sem falar dos multiloaders que ele e a galera disponibiliza por lá. Até posso criar um tutorial básico, só que sem imagens como guia; apenas txt. Mas não é nenhum bicho de 7 cabeças a modificação do arquivo “bor.elf”.

    Quanto ao que foi adaptado, posso dizer que foi um momento em que eu estava inspirado a fazer, mesmo porque eu queria muito rodar o Strider X no PS2, só que ele sequer passava da tela inicial. Dando uma lida lá e acolá descobri uma verdade inconveniente: PAKs inteiramente criados para o OpenBor são quase que impossíveis de serem adaptados para rodar no PS2 por uma simples questão de recursos usados pelo OpenBor em si, quanto a pouca memória disponivel para processar tantas imagens compactadas nos PAKs, imagens estas com resoluções muito acima no suportado pelo PS2BOR (daí o erro na tela “OUT OF MEMORY”).

    E por que o Strider X pôde ser adaptado? Porque ele foi originalmente feito para o BOR e depois foram acrescentadas algumas coisas a fim de deixá-lo mais bonito e sofisticado, passando a rodar no OpenBor. Ele é um híbrido do BOR e do OpenBor, assim como o CHRONO KILLER, CRISIS EVIL 1 e 2 REMAKE, STRIDER X e o SAINT SEIYA – DEATH AND REBIRTH. Os FINAL FIGHTs são projetos do BOR.

    Se quiser o tutorial eu até faço, mas me dê um tempinho para elaborar melhor por escrito, aí eu ponho num zip junto com hexadecimal que uso – o Hex Workshop é o mais famoso, porém não é gratuito. Eu uso o HxD que é “de gratis” (https://www.mh-nexus.de/en/).

    Um abraço.

      • Pode se dizer que sim. Na época eu consegui achar um pack de ferramentas de descompactação/recompactação dos arquivos PAK. Eles na verdade são pastas com uma série de imagens (não lembro se em jpg ou bmp) e acho que um arquivo de configuração. Ao redimencioná-las para o tamanho correto, fora corrigir paleta de todas as imagens, os PAKs recompactados ficaram menores sim. Infelizmente não tenho mais essa ferramentas.

          • Eu vou fazer uma busca e depois eu posto o link ou alguma informação a respeito. Só lembro que tive que acessar o site com as ferramentas através do site Web Archive.

              • Se for para USB, isos separadas seriam o ideal, até pela questão de na hora de se desfragmentar não terá o excedente de pastas no HD externo (pastas não podem ser realocadas de lugar com desfragmentadores). no HD interno recomendo um multiloader com o PS2BOR pela questão do tamanho padrão das partições em si.

  7. Pô velho! Justo os Final Fight não abriram? Quando eu citei em ter testado eles eu quis dizer que eu finalizei cada pak e eles funcionam sim. Estou como Final Fight 1 aberto aqui neste momento (00:07 h).

      • Joguei todos até o final. Garanto que nenhum trava. Faz o que eu sugeri: coloca elfs e paks numa mesma pasta com o nome que desejar. Só não os coloque em diretórios diferentes, nem renomeie os elfs (mantenha a limitação de 8 caracteres + extensão “elf”.

        O Saint Seiya e o Crisis Evil 2 eu tive que “quebrar” em duas partes, senão davam erro na tela de “OUT OF MEMORY” (algo como memória excedente). Se for jogá-los até o fim, leia o tópico “READ-ME!” no próprio menu de cada um dos dois jogos.

        Alguns jogos demoram um pouco além do normal para aparecer na tela, pois são relativamente pesados. Ainda assim rodam até o final.

        Dúvidas, só perguntar.

  8. Rogério, achei o pacote de ferramentas de edição dos arquivos PAK:
    https://mega.nz/#!7gswVbQb!co7PLzBWFoYa2zdyOkpHNcDr26DDqLpQGsO2TbQord0

    Dei uma olhada e vi que faltava algumas ferramentas essenciais como para extração/descompactação dos PAKs e conversão dos arquivos de audio/música (não confundir com arquivos de efeitos sonoros; eles ficam em outra pasta). Fiz outra busca na net e as adicionei no pacote também (ferramentas “paxplode.exe” e “bor2wav.exe”, respectivamente). O “bor2wav.exe” está na pasta “wav2bor – NEW” (renomeei como NEW porque há outra pasta de mesmo nome, só que com arquivos velhos – OLD; preferi não deletá-los).

    Agora amigo, a “descoberta” fica por sua conta. As instruções estão na pasta “instructions”. Como disse anteriormente, o processo de adaptar para o PS2 não é fácil, nem um pouco prático. É corrigir no PC e testar no PS2 até sanar todos ou, pelo menos, a maioria dos problemas de imcompatibilidade. Por várias vezes pensei em largar tudo durante o processo de adaptação do Strider X para o PS2. Foi bastante estressante e nada fácil.

    Bom, é isso. Antes de terminar queria dizer que foi uma grata surpresa achar o seu site, pois precisava de certos conteúdos para o PS2 que não estava achando em outros locais da net e aqui praticamente encontrei tudo. Um abraço.

    • Adriano valeu mesmo pela atenção, agora estou em dois grandes projetos (em quesito dificuldade kkkk) aqui no Playstation 2, mas acredito que que até o final deste mês eu termino ao menos um deles, ai eu começo fuçar nisso, quem sabe eu não consiga fazer um Golden Axe funcionar.

      A ideia do blog é manter o que existe de Playstation 2 vivo, claro que ainda vai mais uns anos para chegar em algum lugar, mas com carinho e trabalho um dia chegaremos la!

  9. Bom dia Rogério. Uma pergunta: por acaso você conseguiu abrir aí os 3 Final Fight?
    É que estou montando um ISO só com emuladores bastante específicos, incluindo no projeto os PS2BOR que tenho e ao fazer um teste aqui verifiquei que os executáveis dos 3 Final Fight estavam erroneamente configurados e estavam todos abrindo o mesmo PAK: 001.PAK que é o Chrono Killer. Caso tenha algum problema a respeito, posta aqui que eu upo os executáveis corrigidos.

  10. Cara, não entendi nada com relação a esses erros de configuração aqui. Do nada quase todos os executáveis passaram a só rodar o pak 001. Tive que abrí-los de novo no hexadecimal e arrumar as entradas corretamente. Agora está tudo ok. Se tiver problemas é só falar.

    Quanto aos Final Fight, tranquilo. Não tem o porquê postar de novo algo que já está no site.

  11. Rogério, aproveitando que eu baixei aquelas ferramentas acabei dando uma revisada
    nos PAKs em busca de bugs e constatei uma falha grave no CRISIS EVIL 1 REMAKE que
    ocasiona travamento na fase das cavernas (fase 4, se não me engano). Já está
    corrigido e os demais PAKs não possuem problemas. Por favor, upe o CRISIS EVIL 1
    REMAKE novamente para o seu servidor mesmo porque eu deletarei aquele link do
    MEGA, pois estou meio que fazendo uma faxina no que se encontra hospedado lá.
    Pretendo manter o link dos PAKs até o dia 26 de Junho.

    Aproveitando a sua ideia resolvi montar um PS2BOR ISO pra galera ir brincando aí.
    Algumas observações: Testado e funcionando num PS2 PHAT modelo 50001 através de
    um pendrive SanDisk, usando o Open PS2 Loader 0.9.4 beta “rev.896” para carregar a
    iso.

    https://mega.nz/#F!u5tHAS6I!JDVgo6OvzBJHBifftFN7oA

  12. Adriano valeu por concertar o erro, vou atualizar o poste hoje e já atualizo o CRISIS EVIL 1 REMAKE, quem sabe você não porta ao menos mais dois para completar 10 jogos (e de preferencia algum Golden Axe no meio kkkk).
    Vou dar uma olhada na ISO, mas por enquanto vou postar normal, quando eu converter todos jogos em ISO e reupar ai eu posto a sua ISO junto!

    E valeu mesmo pela sua dedicação e carinho com o nosso bom e velho PS2!

  13. Pô velho. Se você souber de algum Golden Axe que tenha sido feito 100% no BOR (não OpenBOR), quem sabe eu dê uma olhada. Nada de garantias, ok?

  14. Eu acabei me esquecendo, mas queria fazer uma pergunta off-topic: você conhece algum outro programa de gravação de DVD de PS2 confiável fora o ImgBurn e o Nero? É que neste último fim de semana eu usei o ImgBurn para gravar um outro projeto e ficou uma merda: tinha jogo que não era exibida a capinha na tela multiloader nem era executado, mas uns poucos ali bootavam sem problemas. Ou seja, VIA ISO o projeto roda 100% sem falhas; VIA DVD apresenta as falhas que citei. Queimei 2 discos SONY DVD-R em velocidades diferentes (4x e 8x) e ambas deu zica.

    Nos meus projetos anteriores eu costumava usar como carregador de arquivos elf o uLaunchELF 4.42d e gravando tanto com o ImgBurn como o Nero portable 8 nunca tive problemas. Só com Multiloader recentemente é que estes programas não estão me servindo.

    Alguma sugestão?

      • tokureview nunca usei o UltraISO para gravar mídias, só para criar isos mesmo. Para ser sincero eu nem sabia que ele tem este recurso.

        Eu não me aprofundei muito no exemplo que citei antes, mas vamos lá: Quando eu gravei o projeto eu criei a iso com o Nero portable 8, que ocasionou o problema de leitura. Lembre-se que eu citei nunca ter tido problemas ao criar projetos tendo o uLaunchELF como loader. Por isso o Nero nunca foi problema em qualquer gravação. Agora com o Multiloader sendo o loader, a gravação com o Nero ocasionou erro.

        Os dois projetos finalizados que eu postei aqui – essa iso do BOR e outra do SMD Vol17 Constructor – eu recriei as isos agora com o UltraISO, mas não tive tempo de gravá-las, pois meu PC das cavernas tá sem gravador. Eu costumo levar as isos para gravar num notebook de um amigo, mas só posso fazer isso nos fins de semana. Elas estão rodando perfeitamente no PS2, mas não as testei via DVD.

  15. É porque eu gosto de ter um backup em DVD, tendo em vista de que o leitor do meu PS2 ainda está 100% ok (bom… 92% talvez…). Eu costumo periodicamente num intervalo de 6 meses a 1 ano recompilar/atualizar um DVD de emuladores e roms, visando conserto de bugs dos jogos, adição de romhacks e/ou remoção de outras romhacks com bugs fatais, adição de novos emuladores conforme vão aparecendo as novidades… Enfim, eu gosto de tudo num disquinho (coisa da minha cabeça). 🙂

      • Bom, como eu disse é simplesmente uma questão de gosto, mesmo porque eu não confio muito no armazenamento digital qualquer que seja o local: HD interno, externo, pendrive… Recentemente o arquivo de configuração do USBUtil corrompeu do nada aqui e eu tive que copiar novamente as isos para o pendrive. Um outro exemplo é o fato de que o meu PS3 fritou e quando eu comprar outro (num futuro não tão distante) vou ter que baixar todo os jogos digitais de novo, como se não bastasse, atualizá-los também. Já o que eu tenho em mídia física tá aqui a mão; só colocar no drive e jogar. 😉

        Mas reiterando, vai do gosto de cada um.

  16. Fala meu povo! Acabei achando um PAK mais ou menos fácil para se adaptar (ainda assim tinha erro bagarai) e aqui está: RAGE OF THE STREETS, baseado na trilogia Streets of Rage do Mega Drive. Joguei até o final sem travas ou congelamentos; roda sem problemas. A dificuldade é bem desafiadora. Tem 5 personagens selecionáveis + 2 secretos (… secretos, mas nem tanto…). Link:

    https://mega.nz/#!S5tAnDSK!J1jIntchXonQ9yyar53ICy3uwD9iKL8DYynsvZDKnE8

    Extraia o conteúdo do arquivo zipado para dentro do pendrive/HD externo ou HD interno. Pode colocar a pasta extraida em qualquer diretório. ATENÇÂO: Mantenha ambos os arquivos na mesma pasta, senão não roda!!! Se desejarem pode-se renomeá-los como “bor.elf” e “bor.pak” (sem as aspas).

  17. CORRIGINDO!!!
    Não renomeiem nenhum dos dois arquivos da pasta, pois o “RSTREETS.ELF” só reconhece o arquivo “009.PAK”! Desculpem a informação errada.

  18. Olá a todos. Mais um PAK totalmente adaptado para o PS2: BATTLETOADS.
    É o mesmo esquema do outro: mantenha ambos arquivos (PAK e
    EXECUTÁVEL) sempre juntos, independente da pasta que sejam copiados.

    Não se enganem quanto ao tamanho do arquivo (28 MEGA). Esse PAK tem
    no total 41 fases, divididas em 3 capítulos: o primeiro – com 19 fases – é a
    missão principal; o segundo – com 12 – e o terceiro – com 10 – meio que
    tratam de eventos aleatórios, sem nenhuma referência com a série.
    Havia um quarto capítulo que por questões de desenvoltura na tela e
    adaptabilidade no PC (falei difícil agora) acabou sendo removido.

    Diferente do Crisis Evil 2 Remake, que separei em duas partes o jogo por
    causa de um erro que ainda hoje não sei o que o ocasiona, o Battletoads
    mantém sua integralidade de capítulos dispostos originalmente. Na verdade,
    no PAK original a missão principal vinha separada em duas; eu consegui
    unificá-las. Mesmo assim, precisei remover certas fases dos três capítulos
    pelas mesmas razões da remoção do quarto capítulo.

    Só um adendo: apesar de não dispor dos mesmos erros do Crisis Evil 2
    Remake, recomendo fortemente que se jogue cada capítulo em separado, ou
    seja, se terminar de jogar um, REINICIE O SEU PS2 ANTES DE JOGAR
    QUALQUER UM DOS OUTROS DOIS. Infelizmente, o erro de memória cheia ainda
    se faz presente por causa da baixa memória ram do console (32 MEGA). Andei
    lendo sobre o assunto e o ideal seria 64 MEGA, como no XBOX – o primeiro.
    Motivo pelo qual ele tem suporte total ao OpenBOR e o PS2 não.

    Já me estendi muito. O link está abaixo. Boa diversão!!! 🙂

    https://mega.nz/#!C1kk0KaA!NdeSLs0R55-6c2hm3IMaa8WgmnX1s2usRW1h1NYStFg

    • Adriano Oliveira quando eu olho o blog e vejo um comentário seu já fico empolgado, seu que vai vir coisa boa, e dessa vez você se superou Battletoads já é show de bola, agora esta versão com 41 fases no total vai ser show (e merece uma jogatina de domingo kkkk), valeu mesmo pelos seus ótimos trabalhos, que venha muito mais conversões!

      Realmente eu tenho um Xbox Original e tenho que admitir, ele é FODA, muito FODA quando o quesito é emulação, na minha opinião o melhor console quando se fala em emulação de todos os tempos!

      • Na verdade minha empolgação no momento em adaptar esses paks é em parte “culpa” sua! (tô brincando, hein?!). No início pensei em usar as ferramentas do BOR somente para revisar os paks já adaptados, mas resolvi me aventurar em mais um e, naquele período eu finalmente havia finalizado o Streets of Rage 2 do Megadrive e achei um dos beat ‘n ups mais fodas que joguei (nunca tinha me dedicado a finalizá-lo). E resolvi procurar por um em específico que fosse bem próximo do jogo original. No site Cronocrash há um link com inúmeros paks de OpenBOR. Lá eu escolhi o Rage of the Streets mais por causa do tamanho do arquivo (quanto menor, menos coisas para se adaptar e remover) e foi a escolha acertada. Tinha vários erros nos arquivos de configuração (txt), mas não precisei mexer na paleta de cores. Só nisso ganhei tempo e não removi nada relevante, como personagens e cenários.

        No caso do Battletoads eu já tive que aplicar a paleta do pak pelo menos nos cenários, pois embora os arquivos de imagem originais tivessem uma resolução melhor, eram incompatíveis com o BOR. Havia muita coisa interessante no pak original como as motos no Turbo Tunnel, fases com deslocamento de tela estilo plataforma (com buracos e tudo) e até onomatopéias durante os combos (procure por Battletoads OpenBOR no TouTube para ter uma idéia do conteúdo original). Mas pessoalmente acho que o resultado final para o PS2 ficou muito bom, modéstia à parte.

        Eu pensei em adaptar o T. M. N. Turtles – Red Sky Battle por causa de sua semelhança com o Turtles in Time do arcade, mas descompactando o pak tive a impressão de que ainda se encontra imcompleto. Não tem inimigos clássicos como Destruidor nem mesmo o Krang. Para ser sincero nem sei se tem chefe final no pak. Vi mais uns dois outros paks, mas um é demo e outro é baseado na versão 8 bit estilo NES. Nada contra o NES (é o meu sistema favorito de jogos até hoje), mas se é para ser assim prefiro jogar o TMNTurtles 3 -The Manhattan Project.

        Bom, é isso. Desculpe a parede de texto, mas achei que seria legal compartilhar minha experiência com o BOR. Quem sabe vem mais coisa por aí. Um abraço.

    • Sinceramente Adriano ainda não testei nenhum jogo com este ELF de CD (ISO), mas vou testar o Battletoads, no entanto imagino que a outra versão (versão USB) seja a mesma versão desta de CD com algumas modificações que não esta ligada a desempenho e sim compatibilidade de USB e HDD Interno!

      • Ah sim. Eu perguntei porque vi uma versão “atualizada” com a biblioteca mais recente do PS2SDK, mas parece que não há melhoras significativas nela.

          • Infelizmente, não me lembro do site. Mesmo fazendo uma busca no Google não achei o link. Só me lembro do layout da página: laterais na cor verde, e branco no centro da tela. Achei que fosse o dcemulation mas me enganei. O site se encontrava bastante desatualizado (era uma postagem de 2012, acho). A tal versão do PS2BOR é a mesma usual (0.1b). A única coisa que o responsável pelo upload informava era a recompilação do código-fonte do PS2BOR usando uma versão mais atualizada do PS2SDK, mas no fim a performance não mudou nada. Acho que não vale a pena bater cabeça por causa do arquivo.

  19. Olá a todos. Antes de tudo peço desculpas pela parede de texto. Não se trata de uma outra adaptação. Na verdade eu tinha planos em postar um “novo” PAK para o PS2, mas não consegui fazê-lo funcionar de maneira adequada ou até mesmo aceitável. Tentei converter o
    DRAGONS OF RAGE que é um pak para o BOR original, mas o jogo trava na quarta
    fase, sendo que ele tem 16 fases. Seria inaceitável dividi-lo em 3 ou mais partes.
    Mesmo excluindo certos elementos “excedentes” do pak, convertendo a paleta de
    todos os sprites no photoshop, e até reeditando o tamanho das músicas, ainda
    assim o travamento persistia no mesmo ponto, portanto desisti em adaptá-lo.
    O motivo desta postagem é quanto a uma última revisão dos outros PAKs
    previamente postados aqui no site. Prometo que de fato será a última revisão dos
    mesmos. Vamos lá:

    0) CHRONO KILLER -> (sim, zero…) Na época, talvez por ser muito fã de Chrono
    Trigger, eu resolvi adaptar este pak, mas olhando com um olhar mais crítico, é o pak
    mais sacal e enjoativo de se jogar. Sério, quando fui revisá-lo não fui muito longe. É
    muito ruim e chato. Não fará parte da ISO citada abaixo.

    1) CRISIS EVIL 2 REMAKE -> Finalmente consegui corrigir o erro que acarretava no
    travamento na fase após o 2º confronto com o Nemesis. Para isso removi a
    animação de chuva (fase do cemitério) e troquei a animação das chamas por uma
    outra usada no Battletoads (fase das ruas). Ambos sprites eram grandes demais e
    eram a provável causa de trava do jogo. Agora o pak roda do começo ao fim numa
    única parte.

    2) STRIDER X -> Fiz um balanceamento na dificuldade quanto a um “melhor”
    posicionamento dos inimigos em geral. Antes vinham pra mais de 10, às vezes 15
    inimigos simultâneos na tela, isto devido a uma péssima distribuição dos mesmos.
    Agora estão separados em grupos de 5 ou 6 inimigos por vez. Outra mudança foi
    quanto aos chefes, cujas batalhas não eram difíceis e sim maçantes. Tinham muito
    HP, porém não apresentavam dificuldade nenhuma. Agora eles sempre vêm
    acompanhados por 2 inimigos e, acredite, esta pequena adição apresenta um ganho
    significativo no desafio. A última mudança é com relação as músicas que para minha
    surpresa havia 2 músicas no pak sem uso. Usei uma delas para alterar a música da
    fase “jungle 3”. Também diminui o tamanho de todas num editor de audio,
    deixando-as com um loop mais conciso. Antes o pak tinha 67 Mb; agora tem 47 Mb.

    3) SAINT SEIYA -> De uma maneira geral fiz a mesma coisa do Strider X. A única
    diferença é que neste aqui não havia músicas dispersas no pak, porém a maioria
    delas tinha quase 7 MINUTOS DE DURAÇÃO! E sim, são elas as responsáveis pelo
    tamanho do pak. Editei todas e agora o jogo tem 26 Mb. Removi a animação de neve
    na fase da floresta, assim como o tamanho da mesma e reagrupei a batalha contra
    os Cavaleiros Negros em grupos de dois: primeiro vem o Cisne Negro e Pégaso
    Negro, depois vem o Andrômeda Negro e o Dragão Negro. Infelizmente o pak
    continua dividido em duas partes (tem algum erro similar ao Dragons of Rage que não
    consegui corrigir).

    Não mexi no restante dos paks, pois eles não apresentam nenhum problema. Como
    informei antes, não farei mais revisões.

    Devido a péssimas experiências que tive ao criar compilações com o Multiloader nos
    últimos meses, todos os paks (menos o Chrono Killer) foram agrupados numa ISO
    tendo o uLaunchELF como agregador deste conteúdo. Nada de enfeite desta vez.
    Praticidade acima de tudo. A ISO é compatível somente com o Open PS2 Loader
    0.9.2 e deve ser colocada na pasta “DVD” no pendrive ou HD externo. Boa diversão e
    link abaixo da ISO e do OPL 092:

    *PS2BOR ISO 2016:
    https://mega.nz/#!yoUAjQoL!5aM-tyic1ThL-fezQ3PrQO8uqIUkd0APlh8Z1Oy2e2k

    *OPEN PS2 LOADER 0.9.2:
    https://mega.nz/#!H9EznZAB!nfid8vvjB_GcIpDWf6cfW921Vp5QJBnPYb4SjSO6XfA

      • Adriano Oliveira ÓTIMO TRABALHO novamente, uma pena que o DRAGONS OF RAGE não deu certo, uma duvida “se você dividisse em 3 partes daria para jogar?”, por que eu sinceramente não ligaria em jogar em três partes kkkk.
        “Prometo que de fato será a última revisão dos mesmos”, Adriano fico contente com seu empenho e a busca sempre da perfeição, tomara que você porte mais alguns (e que um deles seja algum Golden Axe).
        Gostei de como você montou a ISO com o ULaunchELF focou otimo, melhor do que com o Multiloader na minha opinião!

        Abraço!

        • Cara, eu já acho escroto quando o pak vem dividido em duas partes, inimaginável jogar um dividido em três. O Battletoads é a exceção a regra porque cada capítulo é uma história independente da outra. É como se fossem 3 jogos num pak só. Dá pra jogar em qualquer ordem. Para mim o ideal seria poder jogar o pak do começo ao fim sem ter que que intervir com um reset no console por causa da memória do PS2.

          Quando citei ser a última revisão, me referi a esses paks mais antigos. A minha intenção daqui em diante é poder adaptar novos jogos. Quanto ao Golden Axe… eu sei que vão me tacar pedras, mas eu não sou fã da franquia, logo não garanto uma revisão de algo da série.

          Eu agradeço o elogio quanto a ISO e posso dizer que fiquei meio surpreso com a reação da galera aqui. Eu sempre achei que os retrogamers de PS2 fossem entusiastas do Multiloader.

          Talvez eu devesse citar isso no tópico do “SMD Vol 17 Constructor”, mas aqui vai: finalmente gravei tanto a ISO do emulador de Megadrive quanto uma outra de backup anual de emuladores que sempre faço (já falei sobre isso lá no tópico do “SMD Vol 17 Constructor”) e ambas tinham o Multiloader como gerenciador dos projetos em si. Minha conclusão e recomendação quanto ao resultado é que NÃO GRAVEM A ISO DO EMULADOR DE MEGA! A gravação da mesma foi efetuada com sucesso. O problema é que o Multiloader não se dá muito bem com HOMEBREWS e aqui o DVD já gravado provocou uma sucessão de estalos e ruidos enquanto o leitor tentava ler o conteúdo do disco. Antes que algo pior acontecesse retirei o disco do drive. O emulador de Megadrive pode ser usado sem problemas, mas só como ISO. Pode-se utlizar o Multiloader para compilar jogos lançados oficialmente, mas homebrews não (fiz uma ISO com jogos de luta e roda sem problemas). Por esse motivo eu criei a ISO do PS2BOR com o ULaunchELF (versão 4.42d). O único problema é que por ser utilizar de uma codificação antiga, o ULaunchELF só é compatível com o Open PS2 Loader 0.9.2, e o obsoleto HDLoader 0.8c.

        • Adriano Oliveira realmente PAKs muito divididos fica facilita muito para jogar. Sobre o Golden Axe eu te perdoo pelo conjunto da obra que você já fez para nosso PS2 (kkkkk).
          O Multiloader é legal, muito legal mesmo na minha opinião, de uma olhada no trabalho do usagiru (http://usagiru.blogspot.com.br/) com o Multiloader.
          Sobre o ULaunchELF tente usar a versão 4.42e (mod) quem sabe não resolva o problema.

          Fico contente que vai vir mais jogos por ai!

    • Eronaldo realmente esta versão de Battletoads foi um belo porte do Alan Oliveira para o BOR do Playstation 2, eu sou viciado no Battletoads do NES mas como você disse o personagem do Comix Zone fez toda diferença nesta versão!

      • Seria muito bom se alguém fizesse um tutorial de como fazer o porte especifico do bor pro ps2 , asssim outros fãs desse console poderia ajudar em mais porte, ja procurei bastante mas não encontrei
        Sei que é trabalhoso elaborar o tutor e não podemos desistir do bor do ps2 agora mas desde ja obrigado a todos vocês por manter esse belo trabalho a comunidade do ps2 agradece vlw

        • Eronaldo, eu meio que já falei por alto com o Rogério sobre o assunto. Eu não sou um expert quanto ao PS2BOR. Eu sou um curioso. Eu saio mexendo no que dá: em paleta, nas linhas de código dos chars e stages (eu olho linha por linha no bloco de notas comparando com a documentação do BOR original), reduzo o tamanho das músicas e vou vendo se funciona ou não. Cara, basicamente o que eu faço aqui é dar “tiros no escuro” usando as ferramentas originais do BOR + Photoshop CS4 + Cool Edit Pro 2.0. Não existe “port” mesmo porque “portar” um pak do bor seria adaptar fielmente o material original. Minhas adaptações são feitas meio que na base da remoção de elementos originais dos paks para que o PS2 não trave em algum momento durante a jogatina. Tanto que não tive sucesso com o Dragons of Rage. Removi tanta coisa que de 59 Mb, o pak terminou com 11 Mb e mesmo assim travava no mesmo ponto.

          Falando em ferramentas, atualizei as mesmas. Quem quiser se aventurar…
          https://mega.nz/#F!OtlH1ZIa!yUbaMUj4YWOVepG5spp50Q

      • Na verdade o personagem do Comix Zone está lá porque ele originalmente faz parte do projeto do pak em si. Tanto que tinha um capítulo dedicado a jogabilidade do jogo original. Era o tal “Capítulo 4” que tive que remover porque o PS2BOR não trabalha com elementos estilo plataforma. Dava para se abaixar e “rasgar” a quina dos quadrinhos enquanto avançava pela fase. Infelizmente não rolou.

  20. ADENDO: Eu fiz uma postagem aqui, mas por algum motivo parece que ela não foi registrada nesta área de comentários. Por isso tomo a liberdade de reenviá-la uma ÚLTIMA VEZ. Caso não haja interesse no conteúdo postado e se o comentário descritivo sobre o mesmo incomodar, favor me comunicar via e-mail.

    ‘Olá a todos. Eu já não posto algo há um tempo, mas independente disso, ainda frequento o blog quase que diariamente. Enfim, vamos ao que interessa. Novo PAK adaptado para o PS2: RAGE OF THE STREETS ZOMBIES. Este PAK foi originalmente desenvolvido por um modder russo chamado suhmai/antyguf (sim, em minúsculo), também criador do Rage of The Streets Russia, cujo PAK tem um visual bem peculiar.

    Antes de entrar em detalhes quero dizer que tomei total liberdade quanto a remoção de certos conteúdos assim como a adição de alguns efeitos mais simples, como distorção da água por exemplo. No original haviam imagens imensas para “emular” tal efeito, coisa que o PS2 não aguentaria processar. Esse efeito de distorção é um recurso bem básico do BOR original, não há nada de complexo nele.
    Todos os estágios foram reeditados no PhotoShop, assim como as cenas animadas. Os estágios eram grandes demais e as cenas… bem… algumas coisas dentro do padrão da série infelizmente tiveram que ser removidas também: os personagens Adam, Blaze e Zan for descartados. Cheguei a esse extremo porque os 5 personagens principais jogáveis (Alex, Adam, Blaze, Max e Zan) estavam sobrecarregando a memória do PS2 durante o processamento do jogo, e o mesmo sempre travava no mesmo ponto: a penúltima fase. Decidi fazer um último teste excluindo os três citados anteriormente (porque eu não gosto de jogar com nenhum deles) e um inimigo (Robo X) e arrisquei adicionar outro personagem jogável para compensar (Sketch Turner, cujo gameplay dá um banho nos outros três juntos) e o PAK rodou do começo ao fim.

    No PAK original havia aproximadamente uns 150 modelos diferentes (personagens jogáveis, inimigos, e elementos de cenário). Esse valor caiu para 51 por questões de limitação que acho que não preciso me aprofundar nos detalhes. O mesmo vale para o número de fases, que no PS2 caiu para 17 (não me lembro do total do PAK original).

    A maioria das músicas também foi modificada porque a última coisa que eu quero é interagir num apocalipse zumbi ao som da trilha de Miami Vice (com respeito ao responsável pelo projeto original, mas as músicas eram bem qualquer coisa).

    Eu diria que a dificuldade é “very hard”, mas é possível chegar na penultima fase sem ter usado nenhum continue (apesar de que também é muito fácil perder todas as vidas lá).

    Era possível escolher entre 2 finais no PAK original. Essa adaptação tem como base o final ruim. Afinal, por que vocês acham que eu ainda não citei o nome do Sammy?

    Link do PAK para o PS2 abaixo. Boa diversão.’

    https://drive.google.com/open?id=0B4sjusSibxGtdFhRMDdNTndUams

    • Adriano vou começar admitindo que li o primeiro paragrafo do seu comentário e já pulei para a parte final do comentário onde estava o link para baixar o jogo (não resisti), baixei, testei os personagens e gostei mesmo de jogar com o “Sketch Turner”, voltei para terminar de ler o comentário e para minha surpresa e descobri que você adicionou este personagem (que originalmente não existia), só tenho que dar meus parabéns, que trabalho magnifico, na minha opinião este porte esta entre os três melhores jogos BOR para Playstation 2, adorei.
      Continue sempre trazendo estas preciosidades para nosso Playstation 2, você hoje talvez seja a única pessoa no mundo especialista em adaptar jogos de BOR para Playstation 2!

      Parabens!

    • Vagner baixe a ISO la em cima em “Baixar Servidor 1 (Jogos)”, descompacte e siga o seguinte procedimento:

      1:) Para jogar os jogos disponíveis é só baixar o arquivo de imagem (no final do poste) equivalente ao jogo que desejar, depois de baixar descompacte (com o 7-zip). Após descompactar coloque a imagem “(BOR) Beats Of Rage.iso” (usei como exemplo o jogo “Beats Of Rage”) na pasta DVD na raiz do sua Mídia USB (PenDrive ou HD Externo), se a pasta DVD não existir crie uma.

      2:) Com a imagem “(BOR) Beats Of Rage.iso” na pasta DVD é só você iniciar o jogo “Beats Of Rage” a partir do Open PS2 Loader.

  21. Eu pretendo adicionar esse PAK na minha ISO com os outros nove, mas isso não é algo que farei tão cedo pois estou re-revisando 5 dos 9 PAKs a fim de diminur o tamanho dos cenários (me refiro as imagens, não à extenção interativa) e removendo imagens excedentes nas pastas dos personagens. Quando adaptei esses PAKs apenas removi linhas pertinentes ao OpenBOR e acabei deixando as imagens (animações inúteis) lá. Também removerei arquivos de som não-agregados a nenhum personagem. Não acho que o tamanho dos PAKs diminuirá tanto; talvez uns 2 ou 4 Mb. Farei mais por questões de estética. Não revisarei os 3 Final Fight porque são PAKs projetados para o BOR original, nem o Rage of The Streets porque, pessoalmente acho um “crime” alterar/modificar os cenários dele. É o projeto de Beats of Rage que mais gosto. No máximo removerei as tais animações inúteis.

    Também pretendo fazer um tutorial descritivo sobre os elementos que fazem parte dos PAKs: pastas e seus conteúdos; arquivos essenciais do BOR; arquivos de configuração e uma descrição das respectivas entradas de comando (o que é pertinete ao BOR e o que deve ser removido); conversão e formato de bitrate corretos para arquivos de som e músicas; e formato dos arquivos “models.txt” e “levels.txt”. ISSO É ALGO PARA O FUTURO! NÃO AGORA! De qualquer forma preciso fazê-lo, pois de vez em quando me pego esquecendo de certas coisas básicas e acabo recorrendo toda hora a um html incompleto aqui. Será um tutorial no formato TXT, nada de fotos ou vídeos, mesmo porque a intenção é somente uma extensa descrição sobre o BOR. Não farei tutoriais de PhotoShop nem edição de audio. Isso se acha com uma certa facilidade na internet (o YouTube é lotado deles).

    Como eu citei antes estou sempre aqui, ainda que não postando com tanta frequência. Eu considero o MUNDO WII HACK meu lar na internet e todo material e conhecimento agregados aqui pelos colaboradores são de extrema relevância. Um forte abraço a todos.

      • Adriano Oliveira legal saber que você esta se dedicando para atualizar, otimizar nossos projetos é uma atitude benéfica para não deixar nosso bom e velho Playstation 2 morrer!
        Sobre o tutorial, seria MUITO interessante, e se você der a permissão gostaria de postar aqui juntamente com aquele PACK de programas necessários, e confio que mesmo sem imagens será um belo tutorial, e acho que inédito na internet, ao menos eu nunca encontrei tutorial completo para conversão de jogos BOR no Playstation 2 !
        E valeu pelo carinho de sempre!

        • Rogério, qualquer material postado por mim pode ser utilizado da maneira que você quiser, mesmo porque essas criações não são minhas, nem tenho a intenção de substituir os PAKs originalmente lançados. São modificações para aqueles que gostem de BOR, mas não curtam jogá-los no PC, por exemplo. Eu não sou PC gamer, nem mesmo curto jogar usando emulação no computador.

          Como falei antes, o tutorial SAI porque eu preciso agregar melhor essas informações num documento só para minha utilização. Eu citei que meu conhecimento vem de um HTML bastante incompleto que está naquele pack de programas. O problema é que nesse meio tempo aprendi outras coisas relacionadas ao BOR que não constam por escrito e meu medo é vir a esquecer de algo importante que agilize meu trabalho. Também quero que compreendam que a minha intenção quanto ao tutorial é de caráter informativo, somente focado no BOR, não nos outros programas que estão nesse pack.

          A propósito, estou revisando (de novo) os PAKs que adaptei, com base no que “aprendi” mexendo no Rage of The Streets Zombies. Rogério, você acha melhor disponibilizar um link quando tudo estiver pronto ou prefere que eu poste o link de cada PAK em separado?

          Já terminei a (re)revisão do Saint Seiya. Infelizmente, ele vai continuar dividido em 2 capítulos e eu descobri o motivo pelo qual não é possível unificá-los: imagens muito grandes. Caso não saibam, tudo o que veem na tela é formado por um conjunto de imagens no formato GIF. A resolução padrão do PS2BOR é 320×240, podendo se estender para 320×244 ou 320×256 (esta última para cenários que possuam movimento, como em um barco). Diferente do que eu imaginava, cenários grandes são o menor dos problemas. Personagens com várias imagens de tamanho grande (como o Docrates, por exemplo) exigem muito espaço na memória do PS2 e este é o real problema do PS2BOR quanto ao péssimo gerenciamento de memória temporária. Tudo visto na tela, da primeira à última fase, fica “preso” na memória do sistema, vindo a acarretar o travamento com a mensagem “OUT OF MEMORY”. Enfim, paciência.

          Vou dar início ao Strider X agora. Um abraço e qualquer dúvida, só perguntar.

          • Adriano Oliveira o tutorial tem que ser focado em BOR mesmo, porque a pessoa que ler vai entender que necessita de outros conhecimentos (como por exemplo de photoshop), agora é interessante você incluir todos estes pequenos macetes que você descobriu ao longo do tempo!

            Eu prefiro que você libere os links aos pouco, porque ai eu posso atualizar o poste mais vezes e gerar uma maior curiosidade nos usuários, mas a decisão final fica nas suas mãos!

            Essa descoberta de que o “peso” dos personagens (não esqueça de colocar esta informação no tutorial quando criar) é o principal fator que desencadeia os problemas de memorias no Playstation 2, pode ajudar no porte de alguns jogos no futuro (assim como ajudou no porte do jogo Rage of The Streets Zombies), e a descoberta de que você consegue incluir personagens de um “jogo no outro” pode abrir umas possibilidades legais de atualizações (claro que isso é o que eu imagino).

            Sinceramente não acho que tenha problema o jogo ser dividido em duas partes, tanto que um dos primeiros jogos que joguei de BOR de Playstation foi o próprio Saint Seiya (versão antiga) e depois publicou sua versão aqui joguei novamente, e ser divido em duas partes não fez diferença pra mim ao menos!

            • “Eu prefiro que você libere os links aos pouco, porque ai eu posso atualizar o poste mais vezes e gerar uma maior curiosidade nos usuários, mas a decisão final fica nas suas mãos!”
              Tranquilo então. Eu vou zipar o elf+pak e fazer o upload mais tarde. No decorrer desta madrugada eu posto o link e faço a devida descrição do que foi alterado.

              “Essa descoberta de que o “peso” dos personagens (não esqueça de colocar esta informação no tutorial quando criar) é o principal fator que desencadeia os problemas de memorias no Playstation 2, pode ajudar no porte de alguns jogos no futuro (assim como ajudou no porte do jogo Rage of The Streets Zombies), e a descoberta de que você consegue incluir personagens de um “jogo no outro” pode abrir umas possibilidades legais de atualizações (claro que isso é o que eu imagino).”
              De fato. O peso é ainda maior dependendo do número de personágens jogáveis, tendo em vista de que eles estão carregados na memória todo o tempo. Seria uma sacanagem da minha parte remover dois dos quatro cavaleiros só para tornar o PAK mais leve, mas haviam garantias em se rodar todas as fases do começo ao fim se eu o fizesse. O Sketch Turner é do Battletoads e suas imagens são pequenas. Como o teste funcionou eu acabei deixando ele lá como prêmio de consolação. A única coisa obrigatória para torná-lo compatível com outro PAK é a aplicação da paleta de cores do Rage of The Streets Zombies em todas as imagens dele. Se isso não fosse feito suas cores ficariam zoadas. Todos os PAKs trabalham com um mesmo número de cores em sua paleta, porém quanto às cores que farão parte dela, isso fica a gosto de quem cria do zero tais PAKs. Para a aplicação eu criei no próprio PhotoShop um macro que automatizava todo o processo.

              É isso. Desculpe se me estendi demais nas explicações. Qualquer dúvida, só perguntar.

  22. Obrigado Adriano e Rogério
    Pelo ótimo trabalho vou testar aqui
    Não testei mas ja fico feliz que tem alguém dando uma atenção a o BOR do nosso querido ps2. Obrigado!
    Queria muito da uma fuçada e estudar o bor mas
    Meu tempo esta pouco demais
    Por isso admiro o seu trabalho aqui vlw

    • Eronaldo Nunes é uma pena que o jogo dos Simpsons é só um DEMO, resolvi postar porque achei interessante também.
      O Adriano Oliveira é MUITO bom em conversão de jogos para nosso querido BOR de Playstation 2, se ele postar o tutorial quem sabe você dando uma lida também não poderá nós agraciar com conversões inéditas!

      Abraço!

  23. * PS2BOR – SAINT SEIYA v2 *
    No começo a minha intenção era somente ajustar o tamanho dos cenários assim como alterar as animações gigantes de ataque da ARMADURA DE GÊMEOS e do SAGA: o famoso “Explosão Galática”. Apesar de ser o mesmo ataque, as animações diferem entre si. Achei que as removendo e inserindo outras com imagens menores resolveria o problema de divisão do PAK em capítulos. Ledo engano o meu. Praticamente todos os modelos são compostos por animações grandes. Não pude reunificar as partes numa só, mas já tinha feito a modificação no Gêmeos e no Saga. Então o que foi, de fato, alterado:

    – REMOÇÃO DE IMAGENS E ARQUIVOS DE SOM INÚTEIS. O BOR trabalha com uma número limitado de arquivos no total e esse valor deve ser respeitado a fim de evitar travamentos relacionados a memória cheia.

    – REMOÇÃO DAS MÚSICAS DURANTE AS CENAS ANIMADAS. Lembram-se do “tchu-ruuuuuu~~ruru-ruru…” quando se terminava o jogo? Aquilo também tem peso na memória do sistema. Por mais que sejam bonitinhas, a idéia é tornar o PAK o mais leve possível.

    – HITBOXES, também conhecido como “caixas de colisão”. Para que haja a interação com todos o modelos na tela, é necessário criar uma delimitação virtual em cima das animações, caso contrário o jogador passaria direto por cima de tudo, sem ser atingido por nada, nem atingir ninguem. Criar uma hitbox é equivalente a desenhar um retângulo sobre as animações. Este retângulo de dimensão ajustável nos eixo X e Y define o que você interage. Você cria uma hitbox para definir o posicionamento do corpo na tela e uma outra hitbox para definir o alcance do ataque. O problema é que a interação com oponentes pequenos (como lobos, por exemplo) estava toda mal ajustada, obrigando o jogador a derrotar esse tipo de inimigo só no agarrão (que era a única coisa ajustada direito por padrão). Para se ter uma outra idéia do problema, haviam oponentes SEM DEFINIÇÂO DE HITBOXES PARA ATAQUE (o inimigo que se parece com uma chama azul não causava dano nenhum). Todas as hitboxes problemáticas foram ajustadas. Para o ajuste usei o programa OpenBOR Stats que está do pack de ferramentas hospedados aqui no blog.

    – ESPECIAL NORMAL E ESPECIAL LIVRE DO SEIYA E DO HYOGA, ambos demoravam uma eternidade para sair. Para ser executar o “meteóro de Pégaso” antes éramos obrigados a assistir o “balé” de Pégaso para então o referido ataque ser mostrado na tela. O mesmo vale para o “pó de diamante”. Eram demorados e inefetivos com hitboxes mal ajustadas. Todas as animações e hitboxes foram refeitas. A fala dos golpes também foi ajustada dentro do tempo de execução dos especiais. Essas correções também valem para o Pégaso Negro e Cisne Negro, tendo em vista de que na verdade ambos são um “palette swap” do Seiya e do Hyoga.

    – INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL DOS CHEFES foi melhor ajustada para que os mesmo possam usar seus ataques especias um maior número de vezes. Pergunto, com que frequência vocês já viram o Cisne Negro executar seu “nevasca das trevas” antes?

    – CENÁRIOS foram ajustados para que, por exemplo, o jogador não caminhe mais sobre paredes ou espaços vazios (no cenário em Atenas era comum ver esse defeito). Adicionei algumas imagens (painéis frontais) em certos cenários (Atenas, novamente).

    – NOVA DISTRIBUIÇÃO DOS ITENS DE CURA E VIDA. Verdade seja dita: Este é um dos PAKs mais fáceis de se terminar e havia um exagero de itens distribuidos nos cenários. O reajuste foi feito nos moldes do Rage of The Streets Zombies; no começo e na metade de cada fase há um item de cura, e próximo do final há uma vida.

    – NOVO “EXECUÇÃO GALÁTICA” para ambos Gêmeos e Saga. O motivo está descrito no começo desse documento. É possivel que alguem não venha a gostar do que foi feito, mas, modéstia à parte, o efeito simples de inversão de paleta durante o ataque ficou bem bacana. A idéia tem por base a própria natureza do Saga, Cavaleiro de Ouro de boa índole que está sempre em conflito com o seu lado mais obscuro.

    O link está abaixo. Boa diversão
    https://drive.google.com/open?id=0B4sjusSibxGtNVN4TTRhSWIwbUU

  24. * PS2BOR – STRIDER X v2 *
    Não há muitas mudanças a se descrever aqui mesmo porque, tanto este PAK como os Crisis Evil 1 e 2 rodam até o fim sem problemas. As modificações foram feitas visando o lado estético de alguns cenarios e um balanceamento no HP (energia) dos chefes (parece até patch de atualização…):

    – Por padrão foi feita remoção de arquivos inúteis, assim como correção em algumas configurações; certos personagens não tinham definição de efeitos sonoros devido a uma inconsistência em seus respectivos TXTs.

    – Alguns cenários pareciam um tanto quanto “estéreis”, a paleta do BOR os tornava feios e em outros não se dava para ver o plano de fundo devido a uma escolha errada de seu desenvolvedor ao adicionar painéis que tomam toda a extenção da tela. A fase 7 agora tem uma perspectiva visual diferente; é o mesmo cenário, porém fixo num determinado ângulo que considerei menos feio. A fase 8 possui janelões a fim de ser ver o plano de fundo (background). Nas fases 17 e 18 removi parte do background e usei o recurso “water” como elemento criativo para ambos os estágios (lembrando que as últimas fases se passam dentro de uma aeronave, nos céus).

    – Antes os chefes tinham valores relativamente altos de HP (o último chefe tinha 1500 HP). Agora todos os subchefes têm 400 HP, chefes tem 500 HP, o penúltimo chefe tem 800 HP e o último tem 1000 HP. Uma referência visual é que cada barra de energia equivale a 100 HP.

    O próximo da lista é o Crisis Evil 2. Link do Strider X abaixo. Boa diversão.
    https://drive.google.com/open?id=0B4sjusSibxGtNzNpWEluUHB3Wlk

    • Adriano vou testar (tentar terminar) hoje a noite o “Crisis Evil 2” e o “Strider X” e amanhã e dou um parecer no comentário abaixo, e belo trabalho nas descrições das modificações!

      Parabéns de coração pelo ótimo trabalho, vou pensar num jeito de divulgar mais estes portes exclusivos!

  25. Antes de começar, caso alguem tenha baixado o Strider X v2, queira me desculpar pela remoção do arquivo. Havia uma inconsistência em um dos comandos de um dos personagens que, cedo ou tarde acabava acarretando em travamento. “Reúpei” a versão corrigida (v2.1):
    https://drive.google.com/open?id=0B4sjusSibxGtNzNpWEluUHB3Wlk

    *PS2BOR – CRISIS EVIL 2 REMAKE V2*
    Fora a limpeza geral, todos os estágios foram realinhados dentro das especificações dos documentos do BOR, alguns ganharam painéis frontais (frontpanels), fora as seguintes modificações:

    – A imagem estática de incêndio na fase 3 agora possui animação.

    – Os combos da Jill e do Chris foram ajustados com base nos combos do Leon e da Claire. Resumindo: era ruim de se jogar com os dois primeiros; agora é legal de se jogar com os quatro.

    – As animações e o tempo de reação de danos no Nemesis foram melhor ajustadas. Antes, toda a vez que o dano era registrado, o Nemesis parecia “dar uma patinada” no cenário antes mesmo de começar a andar. Ele ainda o faz, só que com uma frequência bastante menor.

    – O cenário do Wesker foi totalmente modificado para algo mais simples, porém funcional. Antes o background era pixelado demais por causa da limitada paleta de cores do BOR. Obrigatoriamente, reeditei a cena que introduz o combate e a cena após o mesmo. Outro motivo pela troca é que esse cenário já apareceu no Crisis Evil 1.

    Link abaixo. Boa diversão.
    https://drive.google.com/open?id=0B4sjusSibxGteU8wVlJlRXNBRTQ

  26. *PS2BOR – CRISIS EVIL 1 REMAKE V2*
    Fora os ajustes-padrão, certamente é o PAK com o mínimo de modificações. Na verdade algumas alterações feitas no Crisis Evil 2 acabaram migrando para o Crisis Evil 1:

    – Painéis frontais foram adicionados em certas fases.

    – O Chris e os lickers agora são os mesmos do Crisis Evil 2.

    – O Crisis Evil 2 possui alguns cenários do Crisis Evil 1, portanto foram atualizados como na revisão anterior.

    – Ambos cenários, da mansão (2ª andar) e do laboratório, foram modificados.

    – O Tyrant possui mais sprites na sua animação e um ataque adicional (dash frontal).

    – Por último, um novo inimigo foi adicionado, tendo em vista que só há um único chefe no jogo: T-00, também conhecido por “MR.X”. Eu o encontrei num mod para PS3 chamado Paintown. Eu o baixei e descompactei seu arquivo (no formato PKG) a fim de buscar por novos sprites e acabei achando o tal “Mr.X” numa das pastas. Como o Paintown se utiliza de uma linguagem diferente do BOR, eu tive que criar do zero toda a configuração do personagem no OpenBOR Stats. Agora no Crisis Evil 1 ele é um sub-chefe recorrente em todas as fases. Ele não é difícil nem ágil, mas seus ataques tiram uma quantidade consideravel de HP.

    Para quem tenha PS3 desbloqueado e queira testar o Paintown, o link é o seguinte:
    http://www.psx-place.com/threads/resident-evil-operations-paintown-mod-re-released-no-longer-needs-mod-pack-v2.9729/

    Mensão e agradecimento ao modder @Markus95 pelo trabalho na versão de Resident Evil Operations para Paintown.

    Link para o Crisis Evil 1 revisado abaixo. Boa diversão.
    https://drive.google.com/open?id=0B4sjusSibxGtZHgxNFYtNWhQc1E

      • Só para você ficar a par do que eu estou fazendo, eu dei início a revisão do Battletoads e é bem provável que eu remova alguns cenários visualmente mais simples e animações que tomem toda a tela. Por exemplo, todo o cenário do Ivan Drago – chefe do capítulo 2 – é um gif gigante, e no cenário do Clubber Lang as cabeças “dançando” em sincronia com a música também são um gif gigante. Como tem muita coisa para mexer (são 41 fases no total), este PAK vai levar um pouco mais de tempo para revisar.

        Depois me diz o que você achou do Mr. X no Crisis Evil 1. 🙂 O jogo é curtinho, meia hora você termina ele.

  27. *PS2BOR – BATTLETOADS V2*
    Finalmente, o último dos PAKs que foi revisado e, assim como o Saint Seiya, este deu bastante trabalho:

    – Para começar, o painel frontal obrigatório em todos os estágios foi removido. Este painel era formado por duas barras pretas nas extremidades superior e inferior da tela. Apesar de estiloso sua função real era esconder imperfeições nos cenários. Tudo foi reeditado no PhotoShop.

    – Duas fases foram removidas por causa de sua estética simplista demais e outras duas foram modificadas usando elementos do PAK original.

    – A animação de deslocamento do Zitz e do Pimple foi modificada.

    – Animações gigantes foram removidas nas fases do Ivan Drago e do Clubber Lang.

    – O personagem “bub” foi removido. Afinal quem aqui jogava com ele?

    – Todos os inimigos foram redistribuidos do zero pelas fases.

    – A animação original de ataque da Dark Queen foi restabelecida. O problema e que agora ela está muito mais difícil.

    – Agora é possível jogar em contínuo os capítulos “Arcade” e “Revanche” sem precisar reiniciar o PS2, mas o jogo trava assim que entrar no “Zombie Fest!!!”.

    Link abaixo. Boa diversão:
    https://drive.google.com/open?id=0B4sjusSibxGtdVUyWkdXalR4VGc

    Durante a madrugada de Sábado (22/04) pretendo disponibilizar a ISO com os PAKs reunidos.

  28. Eis a ISO com todas as revisões + a trilogia Final Fight, que não necessitava de tal processo. Duas observações rápidas:

    *PS2BOR – RAGE OF THE STREETS*
    Somente duas alterações foram feitas neste PAK: a inteligência artificial do Shiva foi modificada com base na sua versão do ROTS Zombies, e a Blaze agora possui um especial livre muito mais funcional. De resto o PAK permance inalterado.

    *PS2BOR – SAINT SEIYA “PAK A” e “PAK B”*
    Eu quis por em prática a idéia de que quanto menos personagens jogaveis, mais leves os PAKs se tornam quando executados. Eu criei duas versões do Saint Seiya: no “PAK A” pode-se jogar com o Seiya e o Shiryu apenas e no “PAK B” com o Shun e o Hyoga. Ambos podem ser finalizados sem a necessidade de reiniciar o PS2.

    Link abaixo. Boa diversão:
    https://drive.google.com/open?id=0B4sjusSibxGtdHo0aWdKMGYwaWc

    Rogério, tendo a ISO disponível para download eu pretendo apagar os PAKs avulsos postados anteriormente num prazo de 2 semanas. Se você quiser passar este material para o seu HD virtual agora é a hora.

    • Eu que agradeço. Aproveito para informar que estou trabalhando nesse momento na adaptação de um novo PAK. Vem coisa legal aí. 🙂

          • Normalmente eu gosto de fazer surpresas (apesar de odiar recebé-las), mas enfim… Eu resolvi adaptar o “The Simpsons – Treehouse of Horror”. É claro que o projeto para o PS2 nem chega perto do material original para OpenBOR, por razões óbvias. Mesmo assim achei que seria legal mexer com algo diferente das variações de “Streets of Rage” ou “Final Fight”. Tá dando um trabalho, principalmente por causa das cenas animadas entre as fases que estão em 720p. Eu estou convertendo tudo para o formato 320×240. Também tive que usar a paleta de outro PAK, pois a original tinha um número de cores acima do limite suportado pelo PS2BOR. Eu estou mexendo no cenário “TV station” (veja em 1:20:40 no vídeo abaixo). Se você quiser eu posto uma versão inacabada para o pessoal ir brincando, mas sem musica e com revisão parcial.

            Este é o projeto original:

        • É uma pena mesmo. Apesar dos problemas de superaquecimento o PS3 é um console bastante potente, principalmente em relação a emulação. De homebrews ele carece bastante. Não só gostaria de um OpenBOR como também de um suporte a MUGEN.

          • Adriano Oliveira pelo que vi no video é um jogão, MUITO BOA ESCOLHA (claro que ainda esta faltando um “Golden Axe” kkkkk), Se você quiser liberar um DEMO, claro que se não for dar trabalho, com certeza vou testar.

            PARABÉNS PELO EXCELENTE TRABALHO!

  29. Eu ia postar ontem o PAK, mas “apanhei” um bocado para conseguir fazer o Sideshow Bob (que é um dos chefes do jogo) funcionar direito. Tive que fazer modificações em seus ataques reescrevendo parte do arquivo de configuração dele, como em alguns sprites no PhotoShop, porque as animações originais dependiam de certas instruções que só funcionam no OpenBOR.

    Essa é uma versão alpha: não tem música; somente fiz testes no PC, não no PS2; por estar parcialmente revisado há a possibilidade de travar em algum momento; nesse PAK há 15 fases prontas, faltam umas 4 para revisar, só então eu partirei para edição das músicas; e há a possibilidade de parte do conteúdo aqui presente ser removido na versão final por questões de performance no PS2.

    Link abaixo. Boa diversão.
    https://drive.google.com/open?id=0B4sjusSibxGtNDNfYkx6TXBtNXM

  30. Eu acabei deixando a versão turbinada do Homer no PAK por engano. Eu costumo fazer um backup de um dos personagens jogáveis e transformo sua cópia numa versão para testes (com força e HP acima do normal). Isso agiliza meu trabalho quando estou procurando por erros nas fases que possam no futuro vir a ocasionar travamentos. Na versão final ele será substituído, lógico.

  31. Passando aqui só para informar que a adaptação do “Treehouse of Horror” está concluida. Joguei até o fim no PS2 usando um personagem para testes e rodou tranquilo. Agora farei o balanceamento da dificuldade jogando com um personagem de status normal, a fim de inserir nas fases um número adequado de itens de cura sem tornar o jogo fácil demais. Uma curiosidade é que há a possibilidade de eu venha a postar duas versões do PAK: uma “lite”, que pode ser jogada até o fim sem problemas e uma “full”, dividida em dois capítulos (no mesmo esquema do Saint Seiya) por causa do número maior de elementos como fases e inimigos removidos da versão “lite” e animações na tela.

  32. Rogério, os links dos paks dos simpsons estão abaixo:
    versão 1-https://drive.google.com/file/d/0B4sjusSibxGteXRhSGU3c1o2T0k/view
    versão 2-https://drive.google.com/file/d/0B4sjusSibxGteWM4cEFBVy1iY3c/view

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s