[PS2 Exclusivo] Beats Of Rage Jogos

Beats_Of_Rage

O “BOR” (Beats Of Rage) é o projeto que antecede o “OpenBor” (Open Beats Of Rage), que nada mais é que uma engine que nos permite criar e jogar jogos no estilo “Beat’em Up” (popular “briguinha de rua”) criados por terceiros utilizando “Sprites” de jogos clássicos, para quem não lembra o que é um jogo no estilo “Beat’em Up” vou citar três exemplos de jogos que são considerados clássicos do gênero, Final Fight, Street Of Rage e Cadillacs End Dinossauros. Apesar da versão desde aplicativo para Playstation 2 ser bem antiga, existe alguns títulos de alto nível que foram (e ainda é) portado para ele, inclusive muitos destes portes são exclusivo do “Mundo Wii Hack”, portado pelo grande Adriano Oliveira, então baixe os jogos (em ISOs) e boa diversão em seu Playstation 2, e se possível ajude a testar os jogos, deixe seu comentário dando um parecer se o jogo esta 100% funcionando!

  • Obrigatório:  Um Playstation 2 funcionando, uma Mídia USB (PenDrive ou HD Externo) e usar de preferência o Open PS2 Loader para poder rodar o emulador em ISO!
  • Ultimas Atualizações: Dia 07/08/2017 (Adicionado “Teenage Mutant Nnja Turtles” [Obrigado Adriano Oliveira], Dia 14/08/2017 (Adicionado “Teenage Mutant Nnja Turtles PARTE ÚNICA v1.0” e Atualizado “Teenage Mutant Nnja Turtles VERSÃO ESTENDIDA 2.0”  [Obrigado Adriano Oliveira], Dia 08/01/2018 (Adicionado “Beats of Rage 2017 versão 4.0” [Obrigado Adriano Oliveira].
  • Site Oficial: http://www.chronocrash.com

a

ATENÇÃO: Muitos dos jogos de BOR disponibilizados aqui no blog neste poste são exclusivos, essa exclusividade existe graças ao amigo ADRIANO OLIVEIRA que doa muitas horas convertendo (e em alguns casos, criando) os jogos para que funcione em nosso Playstation 2 e depois nos oferece a honra de postar aqui no Mundo Wii Hack!

a

Tutorial

1:) Para jogar os jogos disponíveis é só baixar o arquivo de imagem (no final do poste) equivalente ao jogo que desejar, depois de baixar descompacte (com o 7-zip). Após descompactar coloque a imagem “(BOR) Beats Of Rage.iso” (usei como exemplo o jogo “Beats Of Rage”) na pasta DVD na raiz do sua Mídia USB (PenDrive ou HD Externo), se a pasta DVD não existir crie uma.

2:) Com a imagem “(BOR) Beats Of Rage.iso” na pasta DVD é só você iniciar o jogo “Beats Of Rage” a partir do Open PS2 Loader.

NOTA: Esta coletânea foi testada no Open PS2 Loader v0.9.4 WIP.

OBSERVAÇÃO: Pessoal eu converti os jogos de “BOR” em “ISOS” para ficar mais fácil de ser jogados, porém o “ELF” que foi testado todos os jogos da lista abaixo não é o mesmo que vem nas ISOS, se der algum problema de travamento nos jogos que foram testados, recomendo que extraia a ISO e pegue o arquivo “bor.pak” e coloque numa pasta junto com o “PS2bor (v01b).ELF” (você pode baixar ele no final do poste) e acesse o “PS2bor (v01b).ELF” com o ULaunchELF.

a

NOVIDADES

*Nova Versão “Beats Of Rage 2017 v4.0” [OBRIGADO Adriano Oliveira]*
– Beats Of Rage 2017 versão 4.0 disponível. Adicionado um modo extra: MODO MOUSER.

 a

Agradeço ao Adriano Oliveira por portar alguns jogos de BOR inéditos no Playstation 2 e dar exclusividade ao Blog Mundo Wii Hack para disponibilizar ao publico.

a

Jogos Testados e Funcionando

FAÇA SUA PARTE AJUDE A TESTAR OS JOGOS
  • Alien VS Predator Aftermath (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Batman Gotham Knights (Terminado e 100% funcionando, testado por Eronaldo Nunes).
  • Battletoads (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Beats Of Rage (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Beats Of Rage Remix (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Castlevania Symphony Of Destruction (Terminado e 100% funcionando, testado por All).
  • Chrono Killer (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Crisis Evil (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Crisis Evil 1 Remake (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Crisis Evil 2 (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Crisis Evil 1 Remake (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Die Fuhrer Die (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Final Fight 2 Mad Gears Revenge (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Final Fight 3 (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Final Fight PS2 Version (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Golden Axe Curse Of The Death Adder (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Kill Ryu 1 (Demo) (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Beats Of Rage 2017 (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Rage Of The Streets (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Rage Of The Streets Zombies (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Saint Seiya Death And Rebirth (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Street Fighter Beats Of Rage Remix 2 (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • Strider X (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Teenage Mutant Nnja Turtles (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • The Simpsons In Monster Mash (Demo) (Terminado e 100% funcionando, testado por Rogério Torres).
  • The Simpsons Treehouse Of Horror (Terminado e 100% funcionando, testado por Adriano Oliveira).
  • Xmen VS. Street Fighter (Terminado e 100% funcionando, testado por Tokureview).

a

Tutorial: Como modificar os jogos de OpenBOR para ser compatível com o PS2BOR

Logo a baixo existe um arquivo para ser baixado chamado “Editar BOR“, neste arquivo esta incluído um manual completo que ensina como modificar jogos feito para o OpenBOR para ser compatível com o PS2BOR, ou mesmo criar um jogo a partir no zero se assim desejar, também esta incluído as ferramentas necessárias para a criação dos jogos. O Google Drive esta acusado que o arquivo esta com vírus, mas pode baixar sem medo.

a

Baixar Servidor 1 (Jogos ISO)

Baixar Servidor 2 (Jogos ISO)

a

Baixar Servidor 1 (v01b USB)

Baixar Servidor 2 (v01b USB)

a

Baixar Servidor 1 (Editar BOR)

Baixar Servidor 2 (Editar BOR)

a

Dúvidas ou sugestões, deixe seu comentário.

Se este poste foi útil pra você, não deixe de apertar no botão Curtir

Anúncios

269 comentários sobre “[PS2 Exclusivo] Beats Of Rage Jogos

    • Se eu não me engano essa versão já tem aqui no blog e ela está incompleta (é uma demo). Depois eu baixo para confirmar. E pelo menos da minha parte, não há problema quanto ao número de comentários. Tem que falar com o dono do blog aí. 🙂

  1. Eronaldo, sobre este pak do Alien vs Predator, infelizmente este projeto está incompleto: dos personagens jogáveis, falta o Major Schaefer; só tem 8 fases, sendo que visualmente elas meio que se repetem; porém o interessante é que tem o chefe final do arcade no pak. Vou deixar guardado aqui. Quem sabe eu adapte e libere no futuro uma versão EX não-fiel do arcade.

    Eu queria fazer uma observação sobre esse material em ISO que esse grupo espanhol tem liberado no Facebook. Eu espero ter entendido errado, caso contrário isso pode dar uma treta com o pessoal do site ChronoCrash (ou não, enfim…). É dito que a filosofia por tras de qualquer homebrew é que todo material liberado, seja jogo, ferramenta, até mesmo tutorial, é que possa ser usufruído por todos de maneira gratuita e, no caso de uma modificação, que o desenvolvedores originais sejam devidamente creditados. Esse é um dos motívos pelo qual eu nunca fiz alarde sobre os PAKs que eu modifco para rodar no PS2. Vai que os donos dos projetos originais decidam aparecer e por eu ter esquecido de por o nome do fulano ou cicrano eles decidam se “fechar” para o mundo, não divulgando mais trabalho nenhum (eu acho que está todo mundo creditado, não lembro…)? Eu sei que é muito mimimi, mas já vi isso acontecer na comunidade do MUGEN a uns anos atrás.

    Eu estou divagando porque ao descompactar os dois PAKs dos links cedidos pelo Eronaldo eu vi uma imagem em uma das pastas um tanto quanto curiosa:
    https://photos.google.com/photo/AF1QipNhD-fdUSj8mzchD2Bepkr6RWMSrgAG6w1COOUi

    “Juego Exclusivo”? Que eu saiba no início os PAKs desenvolvidos eram hospedados no site do Senile Team e, posteriormente, no Forum Lavait (hoje em dia são hospedados no ChronoCrash). “Exclusivo” porque? Outra coisa, com este segundo PAK, após olhar com mais calma, digo sem medo que tudo que eles estão liberando para download não roda no PS2. É que nem aquelas compilações de “10 jogos de OpenBOR” que supostamente rodariam sem problemas no console. A galera testa uma ou duas fases e afirma com toda a certeza de que tudo “roda perfeitinho”.

    É possível que eles estejam tomando crédito para si e criando as ISOs com os PAKs deste site:
    https://mega.co.nz/#F!4xMgTDTA!bnfrA4RapYRvS31jSak3IQ

    • Adriano Oliveira
      Realmente o rapaz que ta postando em uma das postagens deixa a entender que é ele que fez

      Não sei se entendi errado

      E eu também cheguei a ver essa imagem que está no pak parece que quando ele abre o pak e faz qualquer modificação ele põe exclusivo do grupo e tal

    • tokureview, não da forma como apresentado no vídeo. O que não funcionaria no PS2BOR:
      – O sistema de combate em trios (nem pensar. Quer fritar a memória do PS2?); 🙂
      – Movimentação livre pelo cenário (no PS2BOR o cenário se desloca apenas num sentido previamente configurado na documentação do estágio. Ou para a direira, por padrão, ou para a esquerda);
      – Sistema com medidor de barra de especial (isso pode ser remediado adaptando o modus operandi do ataque no PS2BOR);
      – A quantidade consideravelmente grande de personagens jogáveis (teria que cortar uma galera aí. Deixaria o Jaspion, Change Dragon, e o Ultra Seven);
      – Combos muito extensos (no PS2BOR dá para fazer no máximo uma sequência de 4 golpes interligados. Sabendo mexer na configuração de velocidade de atraso – delay – dá para encaixar mais um, mas não costuma ficar muito legal não);
      – Sistema de combate usando Kaijus (pode ser remediado burlando elementos previamente estabelecidos pelas histórias nos tokusatsus. Alguem aceita jogar com um “Jaspion gigante” andando pela cidade?);
      – Arremessar objetos e zoom na tela também são inviáveis.

      O PAK em si pode ser adaptado, salvo as restrições acimas.

  2. tokureview, eu baixei o último pak disponivel há mais ou menos 6 meses pelo desenvolvedor e o projeto ainda está em fase bastante inicial. Já tem uma boa quantidade de inimigos disponíveis no pak e personagens jogáveis, mas visualmente eu só curti o Jaspion (minha opinião). Se o foco do projeto fosse voltado a uma série em específico – só Jaspion, só Changeman, só Kamen Rider, etc. – eu até me animaria de mexer nele. Agora nesse esquema de multiversos unificados não rola.

  3. Pessoal, finalmente saiu o tão esperado tutorial (pelo menos eu acho que tinha gente esperando). Na verdade, tratam-se de dois tutoriais: um TXT abordando tudo sobre o BOR original (pelo menos tudo que eu sei está aqui), e outro em dois formatos (PDF e DOCX) ensinando a corrigir (indexar) a cor nas imagens dos PAKs. Aproveitei o momento e também arrumei a bagunça do pacote antigo, deixando somente os arquivos realmente relevantes. Com esse material, dá para adaptar qualquer PAK pré-OpenBOR sem maiores problemas. PAKs mais sofisticados como Battletoads, Rage of the Streets Zombies, ou Simpsons “Treehouse of Horror” exigem conhecimento aplicado no Photoshop, e isso não será abordado em momento algum. Sorry.

    Galera, MÃOS À OBRA!

    BOR_EDIT_1.2_LITE.7z
    https://drive.google.com/file/d/0B4sjusSibxGtVWJvYkszRm9MdXM/view

    – EXTRA (PARA EDIÇÃO DE ARQUIVOS DE AUDIO – EM INGLÊS)
    Cool Edit Pro 2.0.7z
    https://drive.google.com/file/d/0B4sjusSibxGtZ3Etc1kxeHJlNUU/view

    SENHA PARA OS DOIS ZIPS:
    TUNGATARASIRERE

    • Adriano Oliveira

      Muito obrigado, sim eu estava esperando muito esse TUTORIAL
      Valeu mesmo, já até vou fazer upload desse material na minha conta para não correr o risco de perder rsrs.

      Vi os Paks na quele link que você disponibilizou e muitos até inicia no PS2BOR ja testei alguns 👍 e mais uma vez obrigado

      • Eronaldo, todos os PAKs do link do MEGA são para OpenBOR. Pode ser que alguns deles rodem as primeiras fases no PS2, mas é certo deles travarem em algum momento.

    • Marco Bruno

      Ja foi respondido a sua perguntar em comentários anteriores nesse poste

      Eu mesmo queria muito e meio que ja fiz essa pergunta

      Mas já procurei e pesquisei mas não achei nada nem pro openbor PC aí fica difícil fazer um port se não existe o jogo, creio que só se criasse do zero para o PS2BOR 👍

    • Infellizmente ninguem fez uma reprodução do arcade para o OpenBOR, nem mesmo BOR. Certamente, se existisse eu o adaptaria sem dúvida.

    • Eronaldo Nunes valeu mano testei aqui e esta perfeito mesmo, só notei um bug minimo que não sei se é possível arrumar, o ícone do personagem o que fica a barra de energia do personagem, fica muito grande invadindo o ícone do inimigo que fica logo em baixo, pode ser porque joguei em tv full hd com cabo vídeo componentes, fora este minimo bug o jogo esta maravilhoso, parabéns mesmo.

  4. Galera, eu quero fazer uma observação quanto a presença de virus no pacote de ferramentas+tutorial. Tentei a todo custo descobrir o porquê do Google me “dar um flag”, me impedindo de disponibilizar o material que postei nos últimos dias. Normalmente, isso ocorre quando é disponibilizado/compartilhado certos conteúdos com “propriedade intelectual” ou quando, supostamente, haja a presença de vírus nos arquivos.

    A questão do copyright eu consegui resolver pondo senha nos zips. Ao que parece o algoritmo do Google não consegue “enxergar” dentro de arquivos assim.

    Caso ocorra a acusação de presença de vírus no pacote de ferramentas por seus antivírus, declaro que se trata de um “falso-positivo” por causa da ferramenta inclusa chamada “OpenBOR_stats_067.7z”. Aqui também ela foi apontada pelo antivírus que utilizo (NANO Antivirus), porém no passado o mesmo ocorreu com o Fighter Factory, ferramenta de edição para MUGEN. Não sei explicar o motivo; só sei que nos últimos meses venho usando o OpenBOR stats direto para corrigir força e posicionamento de sprites dos personagens nos PAKs mais recentes, inclusive nas revisões. Podem usar sem medo. Se julgarem necessário, é só deletá-lo do pacote de ferramentas. O OpenBOR stats não é obrigatório para trabalhar com PAKs menos sofisticados. Falo por mim que só recentemente comecei a mexer com ele (faço adaptações só lendo os arquivos TXT de configuração desde 2014). Um abraço.

  5. *PS2BOR – DIE FUHRER DIE*
    Este é um projeto bastante incomum, porém original. Ele foi desenvolvido por Count Monte e, basicamente, você é o “Fuhrer” Adolf Hitler na 2ª Guerra Mundial e o seu propósito é fugir de seu bunker a fim de chegar em segurança no submarino U-Boat para fugir da Alemanha. Provavelmente, o nome do PAK é baseado no episódio 3 do jogo Wolfenstein 3D.

    ATENÇÃO: Quero deixar bem claro de que trata-se de uma história fictícia de caráter irônico a fim de ridicularizar a figura de Hitler e sem intenção de promover nenhuma propaganda nazista.

    – O PAK possui apenas 6 fases e você joga somente com o “Fuhrer”, lógico (afinal, quem iria fugir de mãos dadas com esse filho da p***? Só Eva Braun).

    – No projeto original o jogador conta somente com uma vida e os finais adquiridos se baseiam neste sistema de sobrevivência. Já para o PS2 as fases são lineares, assim como em qualquer outro PAK para PS2BOR, 3 vidas com 3 contínues por padrão, e um final.

    – A dificuldade se acentua conforme se avança no jogo. No começo há poucos inimigos armados. Lá para terceira fase quase todo inimigo porta uma arma.

    – Apesar de ter poucas fases, o PAK demora um pouco para iniciar. Isso porque eu adicionei uma série de cenas animadas por todo jogo, e elas não faziam parte do projeto original. Digamos que eu enxerguei um potencial escondido que não foi explorado pelo desenvolvedor. Se eu falar mais, eu estrago a surpresa. Pelo mesmo motivo, a última fase demora mais do que o normal para carregar.

    Link do tópico no site Chronocrash:
    http://www.chronocrash.com/forum/index.php?topic=3377.0

    Link do PAK para PS2BOR. Boa Diversão
    https://drive.google.com/file/d/0B4sjusSibxGtWFRPUkZHaWpaeVU/view

  6. *** PS2BOR – DIE FUHRER DIE v2 ***
    Eu sei que está cedo demais para uma versão v2, mas a adição é significativa.
    Adicionei mais um personagem jogável, visando o gameplay para dois jogadores. A questão é que eu não queria por um soldado ou oficial genérico é renomeá-lo como “Gestapo” ou ” N.Officer”. Então eu fiz uma pesquisa na internet e descobri que, fora as forças militares nazistas que estavam no front de batalha, havia um grupo militar especial com a única missão de proteger o “Fuhrer”: era a armada pessoal de Hitler, o Waffen-SS. O personagem em questão foi um dos comandantes dessa unidade, o oficial “Joachim Peiper”, também conhecido pelo apelido “Jochen”. Ele ficou 12 anos preso por seus crimes na Bélgica e, após ser solto ele trabalhou na Porsche e na Wolkswagen, posteriormente, vindo a se mudar para a França, onde foi assassinado em 1976. Invasores que antes haviam descoberto seu passado adentraram em sua propriedade e atacaram a residência de Jochen com coquetéis molotov. Seu corpo foi encontrado carbonizado horas depois.

    Acho que não tem o porquê de se postar fotos do “elemento” aqui, mas caso queiram fazer uma busca, vocês irão perceber uma notável semelhança com o Bison (o queixo meio quadrado, até o quepe do filho da p*** tem uma caveira incrustada).

    Quanto a jogabilidade, é a mesma do Fuhrer com diferenças nos especiais livre e normal: no especial livre ele executa um dash até a metade da tela, seguido por 2 golpes sequenciais (que na verdade só acertam uma vez); no especial normal ele ataca com um “Genocide Cutter” reverso.

    Link da revisão v2 abaixo. Boa diversão.
    https://drive.google.com/file/d/0B4sjusSibxGtVTNYMmRrLXdGYVk/view

      • Embora a historia do PAK se foque no Hitler, eu achei esquisito ter só um personagem para jogar, principalmente com duas pessoas. Eu acho que eu devo ser uma das poucas pessoas que é contra essse esquema de dois jogadores controlando o mesmo personagem. Exemplo: Ryu vs Ryu, Ken vs Ken, Iori vs Iori, etc.

        Eu pensei em editar o Mr.X (do Crisis Evil 1) para transformá-lo num “oficial da SS”. Visualmente, ele tem postura e presença intimidadora, inclusive a roupa se parece muito com o sobretudo dos oficiais, mas como ele não usa um quepe, eu optei por uma escolha mais simples: peguei o Bison, pintei de preto e dei um “background” a personagem. Quem sabe com mais calma eu consiga mexer nos sprites do Mr.X e adicione um 3º personagem para jogar.

  7. Adriano testei alguns jogos priorizando sempre os que tem comandos e mecânica simples teoricamente funcionais no PS2BOR

    A maioria travou em alguma parte
    Os que funcionam( agumas demo)

    Analisando a mecânica simples é possível afirmar que a causa é a paleta de cores?

    E outra existe alguns jogos que são grandes geralmente tem que eliminar algumas partes e possível ao invés de retirar essas partes fazer duas parte visando não perder nenhuma parte ex… Pak 1 e continua no pak 2 ?

    Comecei a ler e estudar o seu tutorial gostei bastante, na prática ainda não tentei nada mas logo logo pretendo pegar um pak pequeno para fazer os testes obs. Ta meio corrido tô de mudança então tenho que organizar muitas coisas👍

    • Eronaldo, a função da paleta é definir as cores se serão utilizadas por todos imagens do PAK. O OpenBOR tem uma flexibilidade maior quanto ao seu uso. O BOR necessita do arquivo “pal.act” para funcionar corretamente. Se o arquivo não existir e/ou as imagens não forem indexadas pela paleta (usando o Photoshop), mesmo arrumando os arquivos TXT de configuração, o PAK vai rodar, mas com as cores todas “zoadas”, incorretas. Ela não é a causa de travamento no PS2. Os travamentos são causados pelos seguintes motivos:

      – CENÁRIOS MUITO EXTENSOS. Devido a flexibilidade para criar para o OpenBOR, seus projetos costumam ter imagens muito extensas para os cenários. Normalmente esses cenários são compostos por apenas por uma imagem. Já abri PAKs cujos cenários tinham 4000 pixels de extensão. Cedo ou tarde o PS2BOR acaba travando por causa de excedente de memória. O ideal é “cortar” em várias partes de mesmo tamanho usando o Photoshop e, se possível trabalhar somente com uma parte da imagem original. Não é porque ela tem 4000 pixels que eu sou obrigado a utilizar toda a sua extensão na hora do corte. “Batendo o olho” sobre a imagem você acaba achando um ponto de corte ideal para se criar um loop visual. Um exemplo: o cenário das cavernas no Crisis Evil 1 (no 2 também) só se utiliza de uma imagem de dimensão 128×244 para criar o tal loop, dando a impressão de que a imagem é grande na tela.

      – MODELOS/PERSONAGENS/ENTIDADES COM IMAGENS MUITO GRANDES PARA SUA ANIMAÇÃO. Neste caso não há muito o que se fazer: ou você o remove do projeto, ou em último caso, você usa um recurso no Photoshop chamado “Trim” que faz um ajuste na imagem removendo sprites excedentes até o que o programa descreve como “pixel 0”, que é o primeiro pixel que forma a imagem de fora para dentro. Parece complicado, mas sua aplicação é bem simples. O problema é que depois de usar o Trim, você deve reajustar no olho o posicionamento de todas as imagens e hitboxes usando o programa OpenBOR Stats e dependendo da quantidade, todo o procedimento vai lhe tomar bastante tempo e paciência para fazer a coisa funcionar, principalmente se você for iniciante com ambos os programas. O Zombie X, chefe final do ROTS Zombies, tinha imagens de dimensão 480×272 para formar toda a sua animação, sendo que o BOR trabalha com a resolução de 320×240. Agora imagine todo esse conjunto sendo reproduzido na tela junto com outros modelos simultaneamente. Haja memória para o PS2. Neste caso eu usei pela primeira vez o Trim do Photoshop e o OpenBOR Stats para recriar o Zombie X. Levei mais ou menos 1 semana para deixá-lo do jeito que está no jogo atualmente.

      – ARQUIVOS TXT DE ENTIDADES, CENÁRIOS, CENAS, “MODELS.TXT”, E “LEVELS.TXT” MAL CONFIGURADOS OU COM ENTRADAS/COMANDOS NÃO RECONHECIDOS PELO BOR. Eu não vou me extender aqui sobre o assunto porque o mesmo é abordado no tutorial que já disponibilizei. Lá você acha cada entrada/comando pertinente ao BOR (e o que é pertinente ao BOR, também é ao PS2BOR). Qualquer comando diferente dos utilizados deve ser deletado. Um exemplo é o comando “landframe” que é usado em conjunto com a animação “anim fall” no OpenBOR. No BOR ele não existe! Outro comando não utilizado é o “custknife”; no BOR se utiliza o comando “throwframe” junto com qualquer animação de ataque contínuo (“anim attack1”, “anim attack2”, e “anim attack3”) para arremessar na horizontal qualquer entidade previamente declarado no “models.txt” como “knife”.

      Desculpe o textão, Rogério.

      • Adriano valeu pela resposta, ja vi que tenho muito que estudar o PS2BOR e lê e re lê e me familiarizar com as ferramentas photoshop e etc.. Mais uma vez obrigado pela atenção

  8. *PS2BOR – TEENAGE MUTANT NINJA TURTLES – BOSS RUSH*
    Este é mais um projeto que eu estou dando os últimos acabamentos antes de fazer o teste final no console. Como já tenho algum material pronto, eu estou liberando um preview do próximo PAK no formato “BOSS RUSH”, que contém somente os chefes a serem derrotados em sequência. São ao todo 13 chefes, sendo que alguns vêm em duplas como Rocksteady & Bebop, por exemplo. Lembrando que este não é o PAK final.

    Link abaixo. Boa diversão:
    EDITADO: LINK REMOVIDO.

  9. boa tarde Adriano_Oliveira, meu nome é leandro sou amigo virtual do rogerio torres a muito tempo, estou querendo aprender a mecher com esse openbor do ps2, queria muito fazer uma montagem do cadillac dinossauro ja fiz o personagem na hannah porem esta bugado, se poder me ajuda tirar esse bug eu agradeceria, me chama do zap se poder que irei mostra o video e fotos que vai ficar bem mais facil pra me explicar [editado pelo moderador]

    • aranhagames2016, para que não haja confusão o PS2BOR é baseado no Beats of Rage antigo, não no OpenBOR. Não uso What’s Zap. Você não tem como dar um detalhe sobre o problema relacionado com a personagem Hannah? As cores estão bugadas? As animações estão mal centralizadas? Quando você roda o BOR aparece alguma mensagem de erro na tela? Se sim, qual é o erro? Se você preferir me mande um link contendo zipado a pasta da personagem e o arquivo “pal.act” para que eu possa dar uma olhada.

      • Estava com um quadrado o personagem, ja conseguir resolver esse problema porem os outros personagem fica bugado com falta de cores.
        Obs: usei a plataforma do ff1, tem muitos jogos bor que nao tem o sistema de cor que foi feito o jogo.
        Quando falo sistema de cor quero dizer o pal do photoshop que é usado para corrigir a paleta.
        Eu creio que o bug dos personagem fica devido nao ter a paleta do Ff1 e estou usando de outro jogo pq como eu disse estou usando uma plataforma ja montada do ff1.

        • Quando você fala “ff1” eu creio que você deva estar se referindo ao Fighter Factory (ou Fatal Fury 1, ou Final Fantasy 1… cuidado com siglas).
          Abaixo há 1 link contendo duas paletas para o BOR: na pasta PADRÃO está a paleta utilizada no Beats of Rage original; a maioria dos meus projetos se utiliza dela. Ela tem uma limitação quanto a variedade de cores, mas quebra um galho caso haja ausência de outras paletas. O PAK dos Simpsons, por exemplo, faz uso dela. Na pasta CORES_VIBRANTES como o próprio nome diz, usa cores… vibrantes, mais vivas ou com um destaque visual maior. O problema é que ela costuma saturar certas cores, como tons de azul. No PAK do Battletoads, em uma das fases eu tive que substituir a cor de certos sprites, caso contrário o cenário seria um borrão azul. O PAK das Tartarugas que eu estou trabalhando agora se utilizará desta paleta.

          A escolha fica ao seu gosto. Dê uma olhada nos PAK exemplificados acima e use a paleta que lhe agradar mais. Link das paletas abaixo:
          https://drive.google.com/file/d/0B4sjusSibxGtTDk1VlQ2LTlDdHM/view

          Não se esqueça de indexar todas as imagens com o Photoshop. Aqui tem um tutorial que explica como fazer este procedimento. Qualquer dúvida é só perguntar, mas apenas AQUI no site.

          • o jogo que falo é final fight 1 que não veio com a paleta de cor então utilizei a da versão do pc, porem a do pc é bem mais bonito e bem mais detalhado, derrepente o bug dos personagem ficarem sem cor podem ser devido a isso.
            mais obgd pela ajuda vou baixa esse seu padrão e testa se der certo eu te aviso e se der errado avisarei tmb, mais uma vez muito obgd.

            • É possível que esta paleta da versão PC a que você se refere seja para o Final Fight 1 de OpenBOR. O BOR usa uma paleta muito mais limitada que a do OpenBOR. O BOR usa 128 cores enquanto que o OpenBOR usa 256 cores. Para projetos voltados ao PS2BOR use somente a paleta para BOR.

                  • boa tarde adriano, não sei como vcs que ja editam bor a muitos tempo como é o processo certo de edição dos personagem.
                    Vamos la, no meu caso eu usei um fundo rosa de uma imagem propria que era da hannah, porem a paleta mesmo configurado certo nos outros personagem com o fundo azul ou sei la de qualquer cor ate mesmo sendo o rosa que aparentemente pareci ser a mesma cor usanda por mim não funcionava nos personagens e continuavam a ficar bugado, resolvi usar o mesmo fundo da imagens hannah para as edição do bor e deu 100% bom. então esse era o truque não sei se vc fazia isso ou nunca tentou mais comigo resolveu o problema kkk

                    • A cor rosa-choque é usada por padrão no fundo das imagens porque não é uma cor muito comum de se ver em cenários ou personagens, e o BOR necessita de uma cor padrão classificada como “cor transparente” para funcionar sem bugs visuais, ou seja, ela se faz presente, embora nunca seja vista durante o jogo.

                      Outras cores podem ser utilizadas como “cor transparente”. Um exemplo é a trilogia Final Fight feita para o BOR pelo modder “MR. Q”, onde ele utilizou um tom de cian para o fundo das imagens. Independente da cor usada, ela deve estar no primeiro campo (da esquerda para a direita) da paleta de cor. Se você for usar o rosa-choque para transparência, ela deve ser a primeira cor na paleta.

                      Eu vou ser sincero: eu não sei editar a paleta de cores. Eu trabalho com a paleta presente no projeto a ser adaptado ou uso qualquer uma das duas que disponibilizei uns comentários acima. No caso de haver imagens com cores diferentes, eu crio um macro no Photoshop a fim de pintar ou substitur para o rosa. No PAK dos Simpsons eu tive que modificar fundos com cor roxa, branca, e até mesmo imagens indexadas sem fundo (como isso é feito, sinceramente eu não sei).

                      Qualquer dúvida que você tenha ou queira comentar sobre seu projeto, fique a vontade para falar.

    • Me baseando que deva ser arquivos de música, primeiro, você deve convertê-los para o formato WAV usando um conversor a sua escolha. Eu uso o dBpoweramp Music Converter R15 para essa tarefa. Link abaixo, lembrando que está em inglês:
      https://drive.google.com/file/d/0B4sjusSibxGtNFoyeEZfcEt1MEk/view

      Os arquivos WAV devem seguir as seguintes especificações:
      – Formato: 16-bit PCM
      – Canais de som: Mono
      – Taxa de amostragem: 22050 (22 KHz)

      Agora será feita uma outra conversão usando usando o programa “wav2bor.exe” para que as músicas sejam reconhecidas e lidas pelo BOR. Coloque os arquivos WAV previamente convertidos em uma mesma pasta, junto com os programas “DOS4GW.EXE” e “wav2bor.exe”.

      Crie um novo arquivo de texto no bloco de notas (ou editor de texto a sua escolha) e adicione manualmente a seguinte linha para cada WAV que se encontra separado na pasta acima, substituindo as respectivas variáveis:

      wav2bor.exe {wav} {bor}

      {wav} é o nome do arquivo WAV a ser convertido; certifique-se de que ele tenha a extensão “.wav” no final.
      {bor} é o arquivo que será criado no final da conversão no formato “.bor”.

      Salve o arquivo dentro da mesma pasta e com o nome que desejar, porém renomeie sua extensão como “.bat”.

      Clique duas vezes no seu arquivo “.bat” para iniciar a conversão em lote dos arquivos “.wav” para arquivos de música “.bor”.

      Assim como nos demais arquivos do BOR, tanto os arquivos “.wav”, “.bor”, e “.bat” devem ter no máximo 8 caracteres para os nomes (sem espaços ou caracteres especiais).
      Exemplos (conteúdo do arquivo BAT criado manualmente -> wav2bor.bat):

      wav2bor.exe complete.wav complete.bor
      wav2bor.exe gameover.wav gameover.bor
      wav2bor.exe menu.wav menu.bor
      wav2bor.exe remix.wav remix.bor
      wav2bor.exe 1.wav 1.bor
      wav2bor.exe 10.wav 10.bor

      Este procedimento é apenas para música. Para efeitos sonoros é usado um outro.
      Tem um pacote de ferramentas hospedado aqui no blog contendo os programas “DOS4GW.EXE” e “wav2bor.exe”, e um tutorial mais completo. Se você não o baixou, recomendo que o faça pois explica mais a fundo todas as funções do BOR.

        • Vamos supor que você tenha um arquivo de música chamado “ungabunga.mp3”, primeiro, você o converte de mp3 para wav (usando as especificações dos arquivos WAV citado antes); você vai obter o arquivo “ungabunga.wav”.

          Baixe o pacote “Editar BOR” no link no início deste tópico. Após descompactá-lo, copie o “ungabunga.wav” para a pasta “audio_tools_(BOR)”. Nela você encontra os programas para conversão para um formato de música que somente o BOR reconhece.

          Lembrando que todos os arquivos do BOR devem conter somente 8 caracteres em seus nomes, como o “ungabunga.wav” tem 9 caracteres, renomeie-o com o nome que desejar (“ungabung.wav”, “unga.wav”, “bunga.wav”, “1.wav”, “nivel1.wav”, “nivel_1.wav”,… já deu para entender esta parte, né?).

          Abra o bloco de notas, clique e segure o botão do mouse no arquivo “wav2bor.bat” e arraste-o para dentro do bloco de notas já aberto. Você vai perceber que já existem várias entradas lá que eu adicionei conforme fui adaptando os PAKs até o momento antes de fazer seu upload. Todas elas foram feitas manualmente. Não existe programa que facilite este procedimento, já que ele trabalha junto com o DOS. Você não precisa apagar as entradas antigas. Elas podem ser utilizadas novamente para conversões futuras de outros PAKs.

          Supondo que você tenha renomeado o “ungabunga.wav” como “lv1.wav”, escreva na última
          linha no arquivo “wav2bor.bat” já aberto no bloco de notas a seguinte entrada:

          wav2bor.exe lv1.wav lv1.bor

          Salve o “wav2bor.bat” e clique duas vezes nele para fazer a conversão em lote dos arquivos WAV listados no “wav2bor.bat”. Como só temos o “lv1.wav” na pasta “audio_tools_(BOR)”, no fim você vai obter um arquivo de música chamado “lv1.bor”, com as especificações corretas para funcionar no PS2BOR.

          … Mais didático que isso, impossível…

  10. o commando do DOS não esta aceitando ta osso kkk.
    ja tentei esses commandos
    bor2wav.exe remix.bor remix.wav ( esse pareci se o que vc usa )
    wav2bor>wav2bor.axe remix.wav remix.bor ( esse foi pelo video que assistir) ambos aparecem a msg “não é reconhecido como um comando interno ou externo, um programa operavel ou um arquivo em lote.
    a musica está em WAV nas seguintes especificações:
    – Formato: 16-bit PCM
    – Canais de som: Mono
    – Taxa de amostragem: 22050 (22 KHz)

    • Ô aranha, me explica uma coisa, você quer converter de BOR para WAV, ou de WAV para BOR? Outra coisa, para que eu possa lhe ajudar, primeiro VOCÊ TEM QUE ME AJUDAR. Cara, tá difícil de entender o que você está comentando. Atenção aos comandos utilizados e a nomenclatura deles, senão fica complicado. Eu não me importo de responder ou ajudar, mas formule melhor o que você quer perguntar ou comentar. A única coisa que eu entendi foi sobre as especificações do arquivo WAV, e sim, estão corretas.

      Uma outra pergunta: você está adaptando um PAK existente ou está tentando criar um do zero?

      • estou criando um pack ja existente.
        mais arquivos de audio é padrao pois ja tirei de outro jogo e coloquei e roda legal.
        vlw por tenta ajuda, mais esse problema só com calma vou conseguir resolver, talvez seja do meu pc sei lá.
        pra vc ver eu uso o seguinte comando:
        wav2bor>wav2bor.exe remix.wav remix.bor
        ele cria um arquivo remix.exe em “0 byte”
        no commando de DOS aparece escrito que ele esta sendo usado por outro processo, coisa doida vai entender.
        mais vlw pela ajuda, desculpa qualquer coisa.
        deixa só te pergunta existe algum jogo bor versão do play 2 que o personagem pega alguma barra de ferro, madeira ou mesmo arma no cenario apos a quebra de latoes ou barril.

        • “estou criando um pack ja existente.
          mais arquivos de audio é padrao pois ja tirei de outro jogo e coloquei e roda legal.”
          Você não está criando um PAK existente; você está ADAPTANDO. Quando se cria algo, criamos do zero.

          “vlw por tenta ajuda, mais esse problema só com calma vou conseguir resolver, talvez seja do meu pc sei lá.
          pra vc ver eu uso o seguinte comando:
          wav2bor>wav2bor.exe remix.wav remix.bor”
          Aranha, a linha de comando está toda errada. Não existe sinal de maior como parte da linha de comando para conversão. o certo é:
          wav2bor.exe remix.wav remix.bor

          “ele cria um arquivo remix.exe em “0 byte”
          no commando de DOS aparece escrito que ele esta sendo usado por outro processo, coisa doida vai entender.
          mais vlw pela ajuda, desculpa qualquer coisa.”
          Você vai acabar danificando o seu PC por escrever de maneira errada no DOS. Presta atenção no que você escreve ou o seu Windows vai desaparecer.

          “deixa só te pergunta existe algum jogo bor versão do play 2 que o personagem pega alguma barra de ferro, madeira ou mesmo arma no cenario apos a quebra de latoes ou barril.”
          Não. Esse recurso de pegar objetos na tela só funciona no OpenBOR, no BOR (ou PS2BOR) não funciona.

  11. estou querendo converte as musicas do formato wav para o formato bor para poder inserir no jogo.
    tenho que ter a musica nesse formato
    – Formato: 16-bit PCM
    – Canais de som: Mono
    – Taxa de amostragem: 22050 (22 KHz)
    correto ?
    tenho que ter o programa audio_tools_(BOR) com os programa correto e a musica dentro da pasta, correto.
    coloco o programa na unidade que o comando de DOS ja me mostra que é unidade c, correto
    depois vou no commando de DOS e faço o seguinte commando
    usei esse abaixo:
    bor2wav.exe remix.bor remix.wav ( esse pareci se o que vc usa )
    usei esse também:
    wav2bor>wav2bor.axe remix.wav remix.bor ( esse foi pelo video que assistir)
    qualquer um dos commando não converte a musica para o formato bor.
    Não sei se vc conseguiu me entender espero que sim.
    O que eu poderia esta fazendo errado.

    • “estou querendo converte as musicas do formato wav para o formato bor para poder inserir no jogo.
      tenho que ter a musica nesse formato
      – Formato: 16-bit PCM
      – Canais de som: Mono
      – Taxa de amostragem: 22050 (22 KHz)
      correto ?”
      Correto. Se ela não estiver com essas especificações, você TEM que convertê-las antes com o programa que eu lhe indique antes.

      “tenho que ter o programa audio_tools_(BOR) com os programa correto e a musica dentro da pasta, correto.”
      Antes de mais nada, você já baixou o pacote aqui do blog? Eu estou perguntando porque “audio_tools_(BOR)” é uma PASTA, não é um programa. Ela contém os programas para conversão posterior, e sim, a música deve ser colocada dentro dela. E ATENÇÃO À PONTUAÇÃO!!!

      “coloco o programa na unidade que o comando de DOS ja me mostra que é unidade c, correto
      depois vou no commando de DOS e faço o seguinte commando
      usei esse abaixo:
      bor2wav.exe remix.bor remix.wav ( esse pareci se o que vc usa )
      usei esse também:
      wav2bor>wav2bor.axe remix.wav remix.bor ( esse foi pelo video que assistir)
      qualquer um dos commando não converte a musica para o formato bor.
      Não sei se vc conseguiu me entender espero que sim.
      O que eu poderia esta fazendo errado.”
      Aranha, você quer converter de WAV para BOR, então você deve usar o WAV2BOR, entendeu? Vai converter de WAV para BOR. O outro você esquece, assim como eu recomendo que você esqueça tudo o que você aprendeu com o vídeo que você cita aí em cima. Cara, não tem mistério: você abre o “wav2bor.bat” no bloco de notas e escreve na última linha o nome das músicas que você quer converter. Releia e use o exemplo que eu citei lá em cima. E novamente reitero, ATENÇÃO A NOMENCLATURA DOS TERMOS UTILIZADOS NOS PROGRAMAS!!! O wav2bor não trabalha com sinais de maior e menor, da mesma forma que o executável do windows vem no formato EXE, e não AXE. Não estou falando isso para te sacanear e sim para que você tenha mais atenção ao que você lê e escreve, senão fica difícil de lhe ajudar, e isso também vale para a vida no dia a dia. Se você não souber se expressar corretamente, aos poucos vão começar a te ignorar por não entender o que você realmente quer.

      Podem me perguntar o que quiser. Eu só peço que as pessoas leiam o que eu escrevo antes de me perguntar algo. Um abraço.

  12. existe algum jogo bor versão do play 2 que o personagem pega alguma barra de ferro, madeira ou mesmo arma no cenario apos a quebra de latoes ou barril.”
    Não. Esse recurso de pegar objetos na tela só funciona no OpenBOR, no BOR (ou PS2BOR) não funciona.

    • Aranhagames2016, o negócio é o seguinte, eu realmente queria te ajudar, sério, mas parece que você não tem maturidade o suficiente para lhe dar com algo que exija foco. Mais um comentário desconexo seu e eu serei obrigado a falar com o administrador do site. Tenha um bom dia.

      • Ok, nao tenho maturidade, entendi, adriano não sou nenhuma criança ja sou bem adulto.
        Quando eu fiz as pergunta foi pq não conseguir entender pq cada um entendi de uma forma diferente e infelizmente nao entrou na minha mente como resolver o problema do audio, e quando eu perguntei se tinha algum jogo que pegaci algum objeto tipo barra de ferro ou arma durante o jogo foi pq nao sei se existe para playstation 2 e o proprio rogerio torres falou que tinha que vc poderia me ajuda pois ele nao sabia o nome do jogo.
        Tem um ditado que diz adriano gentileza gera gentileza, é so vc analizar o que vc disse acima que vai entender o que estou dizendo.
        mais uma vez muito obgd pela ajuda.

        • Ok, vou usar o português claro com você: você não está lendo PORRA NENHUMA do que eu tenho escrito. Eu perdi o meu tempo escrevendo e explicando tudo o que você quis saber. Se você não sabe interpretar nenhuma linha de texto em português, NÃO É MEU PROBLEMA! Uma coisa é não ter noção sobre os programas; ninguém nasce sabendo, eu não nasci sabendo MERDA NENHUMA, mas tentar aprender algo vai de cada um. É lendo os tutoriais que são feitos e distribuidos de GRAÇA que se agrega conhecimento, ou no caso da minha pessoa (o babaca que vos escreve), tento orientar da maneira mais fácil possível os mais leigos. O seu problema não é com os programas; é com a LINGUA PORTUGUESA! Você diz ser adulto, mas age e escreve como uma criança. PORRA! APRENDE A ESCREVER!!!

  13. Tendo passado a tempestade, falando um pouco sobre o PAK em que estava trabalhando, já concluí todo o processo de edição e os testes no PC. Agora vou iniciar os testes no PS2. Na verdade eu cheguei a fazer um teste preliminar faltando duas fases para editar antes e o jogo travou na sexta fase, o que para mim é algo normal. Significa que alguns elementos terão que ser removidos. Procedimento normal. Eu espero fazer o upload ainda esta semana.

      • Aquele eu compilei rapidinho só para que o pessoal interessado pudesse jogar e ter uma idéia do próximo projeto. Aquele é só um “Boss Rush”, só tem combates contra os chefes que eu já tinha editado por alto. É possível de que na versão normal eu remova o Casey Jones. Vai depender dos testes aqui.

        O PAK em questão é sobre as Tartarugas Ninjas, baseado nos PAKs “Red Sky Battle” e no “TMNT & Battletoads”. Eu queria algo só de Tartarugas, mas o “Red Sky Battle” está imcompleto e o “TMNT & Battletoads”, ainda que esteja completo, mescla os 2 universos e eu já adaptei um material de Battletoads, fora o fato de que 7 personagens para jogar seriam um peso na memória do PS2. O que eu fiz foi reunir o conteúdo somente relevante as Tartarugas Ninjas e, modéstia a parte, posso dizer que se trata de um PAK “novo”.

        Meu maior problema no momento é que eu ainda não consegui descobrir a causa de um bug que faz com o que as tartarugas parem de responder aos comandos do controle. Simplesmente ficam estáticas e a única maneira de fazê-las se mover de novo é usando um continue, e isso é inviável. É a primeira vez que isso acontece. Dei uma mexida de novo nas configurações dos personagens e removi animações que considerei excedentes, que acredito estarem causando este conflito. Vamos ver se a coisa anda.

  14. *PS2BOR – TEENAGE MUTANT NINJA TURTLES*
    Diferente das demais adaptações que fiz até o presente momento, este PAK se utiliza de sprites, imagens e arquivos de som de dois outros PAKs distintos para que eu pudesse criar um jogo com o tema das Tartarugas Ninja: RED SKY BATTLE, criado por Pro Igrok e Alex230Volt, e o TMNT & BATTLETOADS, criado por Kmilloz. Eu não quis adaptar diretamente um dos PAKs citados porque o primeiro se encontra incompleto e o segundo, apesar de muito bem feito, foge muito da propósta original da franquia TMNT quanto a ambientação.

    Eu tive um problema sério durante a montagem do PAK. Eu consegui resolver ao custo de suprimir uma determinada animação: aleatóriamente, os controles deixavam de responder toda a vez em que eu sofria uma sequência consecutiva de golpes. Eu demorei muito para entender o que se passava em todo o processo e, por não existir uma documentação (tanto no BOR como no OpenBOR) que relacione este tipo de bug, eu tive que descobrir sozinho o que exatamente estava acontecendo e conclui que se tratava de um congelamento na animação em que a tartaruga fica parada, estática. Está animação é chamada de IDLE e ela é gerada na tela infinitamente, por padrão. Para tal, ela usa a entrada “loop 1” em seu arquivo de configuração. A questão é se o loop continuasse ativo, o bug iria continuar a surgir. Para a correção eu removi todos os sprites nas animações IDLE das 4 tartarugas, deixando somente um para exibição quando estivesse parada e mudei de “loop 1” para “loop 0”, desativando a repetição desta animação. Pessoalmente, o resultado final não ficou ruim. Nunca vi este bug acontecer nos PAKs que adaptei antes, só neste. Sobre o PAK:

    – O jogo tem 12 fases. Apesar do número pequeno de fases (em relação a outros projetos), elas são relativamente extensas e com muitos inimigos;
    – As músicas foram ripadas por mim dos jogos TMNT – TOURNAMENT FIGHTERS e TURTLES IN TIME do Super NES, do TMNT – THE ARCADE GAME, e do TMNT – THE MANHATTAN PROJECT do NES;
    – Eu diria que a dificultade é “muito difícil”;
    – Os chefes vêm acompanhados ou por Soldados do Clã do Pé (Foot Soldiers) ou por Mousers. Como o papel deles é dar suporte, neste caso eles têm 999 HP;
    – Este PAK vem dividido em 2 partes, contendo 6 fases cada. Até o momento desta postagem não consegui agrupar todas as 12 fases em uma única parte sem que o PS2 travasse. Eu pretendo continuar trabalhando neste projeto a fim de resolver isso.

    Link Abaixo. Boa Diversão:
    https://drive.google.com/file/d/0B4sjusSibxGtaHJuYnBXazUtTDg/view

    • Adriano Oliveira apesar de só ter conseguido chegar na terceira tela (vou pegar depois para jogar mais um pouco), visualmente o jogo esta muito bonito e DIFÍCIL, parabéns pelo seu primeiro jogo “solo “!

      Foi legal você postar o problema que teve com o jogo e a solução, quem sabe ajude alguém no futuro!

      • Eu penei um bocado para resolver o problema. Imagine chegar na quinta ou sexta fase e do nada os controles param de responder. Lembrando que eu ainda estava fazendo o teste de perfomance no PS2. Bateu um frustração aqui e eu até pensei em fazer o upload assim mesmo, mas eu sou meio perfeccionista e orgulhoso.

        Também tive que remover 1 inimigo (1 carro repleto de Foot Soldiers, no mesmo esquema das motos) e 2 chefes (Metal Head e Rat King, este último eu ripei os sprites da versão para MUGEN e fiz a montagem no OpenBOR Stats). Antes tinham confrontos contra duplas como Rocksteady e Bebop juntos por exemplo, mas o BOR acusava um número excedente de sprites simultâneos na tela. A luta final contra o Destruidor seria similar a da versão do arcade, onde teríamos um original e um clone, mas o problema acima me forçou a utilizar inimigos com sprites menores, por isso dos Foot Soldiers e dos Mousers serem suporte dos chefes.

  15. *PS2BOR – TEENAGE MUTANT NINJA TURTLES v2*
    Infelizmente, até o momento minhas tentativas em por todas as fases em uma única parte não deram certo. Por isso decidi reintegrar alguns elementos que foram removidos da primeira versão deste PAK e modifiquei certas características:

    – Foram incluidos os chefes Metal Head e Rat King. O Metal Head agora é o chefe da 1ª fase e o Rat King, da fase dos esgotos (fase 8);
    – Retornei o esquema original deste projeto e agora ambos Bebop e Rocksteady são chefes da 5ª fase. Foi adicionado uma cena antes do começo da fase. Tokka e Rahzar também formam dupla na fase do túnel do metrô (fase 7);
    – Alguns chefes tiveram um personagem de “suporte” removido, tornando tais batalhas menos sofríveis;
    – As shurikens lançadas por alguns Foot Soldiers não nocauteiam mais as tartarugas. Apenas causam dano sem derrubá-las no chão, mas isso abriu a possibilidade de receber dano cumulativo vindo de inimigos próximos;
    – O Krang sofreu uma modificação na animação do seu “Rocket Punch” e agora tem seu próprio cenário, separado do Destruidor.

    Ainda não desisti de uma versão com parte única. Estou testando outras idéias e caso tenha sucesso eu a postarei aqui.

    Link da versão v2 abaixo. Boa Diversão:
    https://drive.google.com/file/d/0B4sjusSibxGtdlFndWFodldLeE0/view

  16. *PS2BOR – TEENAGE MUTANT NINJA TURTLES – PARTE ÚNICA*
    Eu consegui reunir todas as fases numa única parte, porém nem tudo são flores. Com base numa idéia antiga utilizada numa versão abandonada do Saint Seiya, aqui há somente duas tartarugas para jogar. Personagens controlados pelo jogador são um dos elementos que mais exigem memória do PS2, pois estão todo o tempo “carregados” quando se inicia o PS2BOR. Nesta versão pode-se jogar com o Leonardo e o Donatello que, pessoalmente, considero os melhores personagens do jogo.

    Os chefes Metal Head e Rat King foram removidos e os demais foram redistribuidos pelas fases com base na versão v1 deste projeto. A versão em duas partes não sofreu alterações.

    Eu considero este PAK uma versão paralela e o PAK em duas partes, sua versão definitiva.

    Link abaixo. Boa diversão:
    https://drive.google.com/file/d/0B4sjusSibxGtM2hJN1V3TWFWZVk/view

    • Adriano eu atualizei as duas versões no poste, mas jogando (a versão de duas partes) não consegui passar da quarta tela, mas estou tranquilo, poque com algumas dezenas de jogadas eu fecho o jogo. O jogo “Teenage Mutant Nnja Turtles” esta PERFEITO até onde pude ver, parabéns pelo trabalho, esta vai ser com certeza sua OBRA PRIMA!

      • Obrigado por ter gostado e me desculpe pela dificuldade acentuada do jogo, mas eu queria algo próximo das versões de arcade e eu acabei implementando uma inteligência artificial para os inimigos com o OpenBOR Stats. De uma maneira geral, todos seguem um padrão de comportamento: eles dão entre 1 a 4 golpes sequenciais se estiverem próximos do jogador; se estiverem numa distância mediana ele dão voadoras (ou pulam atacando com as mãos), pulam jogando shurikens, ou em alguns chefes específicos eles dão uma “corrida com ombrada”; se estiverem bastante afastados eles usam armas de longa distância (exceto os Foot Soldiers roxos, que fazem um rolamento no chão). Conhecendo este modus operandi o jogo fica menos difícil.

        Umas dicas: evite ficar no meio dos inimigos; use o especial livre ao invés de voadoras nas motos; sempre que possível mate primeiro os Mosquitos (eles causam pouco dano, mas atacam constantemente se você não sair da linha de ataque deles); Foot Soldiers que usam uma tonfa para defesa são mais fáceis de derrotar usando o agarrão seguido do botão de pulo (a tartaruga executa a animação do último combo, causando maior dano a eles); e um segredo: jamais ataque os chefes quando eles estiverem executando uma ação contra você, pois neste momento eles NÃO POSSUEM CAIXA DE COLISÃO, portanto, não registram dano.

    • Provavelmente ele é para OpenBOR e para que possa rodar no PS2 teria que ser feita uma adaptação, mas dependendo do projeto nem vale a pena “bater cabeça”. Se esse do He-Man for um que eu vi cujos sprites chegam bem próximos do desenho em fidelidade visual, pode esquecer.

      • Poxa….que tristeza,,,nem sei se é o mesmo, mas…….é …uma enorme pena mesmo….adorei esse jogo saudosismo puro…rs…mais obrigado pelo seu comentário…

  17. Poxa….que tristeza,,,nem sei se é o mesmo, mas…….é …uma enorme pena mesmo….adorei esse jogo saudosismo puro…rs…mais obrigado pelo seu comentário…

  18. Olá. Eu queria informar que já tenho um projeto finalizado para o PS2BOR. Já estou fazendo os testes no console e de praxe, travou na 7ª fase. Normal, levando em consideração que o projeto em si tem 10 fases ao todo. Tecnicamente, ele é jogável desde que as fases estejam divididas em 2 capítulos, mas eu não quero disponibilizá-lo desta maneira. Pelo menos ainda não. Em vez disso eu resolvi disponibilizar a trilha sonora em mp3. É claro que no PAK as músicas estão devidamente editadas para que tudo caiba certinho na memória do PS2.

    Isso é uma pequena lembrança, uma espécie de presente de natal atrasado. A senha para descompactar o arquivo zipado é “PS2BOR” (sem aspas e em letras maiúsculas). Um abraço a todos e Feliz 2018!

    https://drive.google.com/file/d/1VoxVduc6TTh_2_zJYrAMxEOcvF-PFFY_/view

    EDITADO: A trilha sonora ficará disponível por um período máximo de 2 semanas.

  19. *** PS2BOR – BEATS OF RAGE 2017 (TAMBÉM CONHECIDO COMO BATTLETOADS & TMNT & STREETS OF RAGE) ***

    De uma certa maneira, não se trata de um projeto original já que existem dezenas de crossovers para o OpenBOR. Eu diria que é um projeto ligeiramente diferente, pois o Destruidor, Dark Queen, e Mr. X servem à uma mente mais perversa e execrável (parafraseando Márcio Seixas) do que os três vilões juntos. A história é essa. É o que deu para fazer.

    Sobre o nome, além de grande, eu acho meio “meh” usar algo como Battletoads & TMNT & Streets of Rage. Eu prefiro chamar este PAK simplesmente de Beats of Rage 2017 (mesmo porque eu não tive tempo, nem saco para editar a tela inicial; só colei o nome lá na imagem). Eu escolhi esses 3 universos por causa do tamanho dos sprites. A ideia original era pegar de tudo um pouco e fazer uma grande salada – bem nos moldes do MUGEN – mas teria muitas incoerências nos tamanhos. Quem sabe um dia não surja outro projeto que se utilize desse material.

    Falando um pouco sobre o PAK, ele se utiliza de modelos e cenários de outros PAKs que eu já adaptei. Tecnicamente, todo o material já estava pronto para uso. O problema é que certas mecânicas e inteligência artificial não estavam funcionando do jeito que eu queria. A ideia era ter algo próximo do PAK das Tartarugas Ninja e eu acabei revisando tudo de novo o que foi utilizado para a confecção desse projeto.

    Uma situação curiosa durante a revisão e montagem do jogo é que um determinado erro ocorreu neste PAK assim como no PAK das Tartarugas Ninja. Em um dado momento a mensagem “too many sprites (max. 2000)” apareceu na tela, resultando em travamento. Esse erro acontece quando a pasta “data” tem mais de 2000 imagens somadas nas subpastas “bgs”, “chars”, “sprites” e “scenes” (é o que está documentado). A questão é que ambos os projetos não tinham mais que 1200 imagens (valor aproximado). Analisando a situação eu descobri que animações muito complexas ou bem elaboradas também causam esse problema. Para resolvê-lo eu tive que reduzir o número de sprites utilizados em determinadas animações.

    O PAK tem 10 fases, 3 personagens jogáveis (Donatello, Pimple e Shiva) e a dificuldade é elevada. Recomendo jogar com o Shiva.

    Uma mudança de última hora é que a música da fase 8 foi removida e alterada pela música que viria a ser do último chefe. Agora o tema do último chefe é a música da fase 10.

    No link abaixo existem duas pastas: uma contendo o executável no formato ELF e o PAK (para uso no HD interno) e outra no formato ISO (para uso com o OPL). Diferente de alguns projetos, esse não terá uma versão dividida em 2 capítulos. Tudo roda numa única parte.

    Senha para descompactar o arquivo zipado:PS2BOR
    Feliz 2018!

    EDITADO: Versão V2 com uma fase adicional e retorno da música da fase 8, mas o último chefe continua com o tema da última fase (agora fase 11). É o mais próximo do que era o projeto original. Não há mais a necessidade de atualização. Divirtam-se.

    https://drive.google.com/file/d/1yCz3ddmViu7T1-h1dON3d4I70xPUhWxU/view

    • Após terminar com o Shiva eu testei um pouco os outros 2 personagens e constatei que há um problema durante um agarrão. Provavelmente é um erro besta na hitbox de ambos. Vai sair uma versão V3, mas não hoje.

    • Adriano parabéns pelo novo projeto, achei a ideia interessante sua em fazer este MIX, estou sentindo que vai ter uma uma continuação deste jogo no futuro.

      Eu tomei a liberdade e renomeie o jogo para “PS2 Beast Of Rage Remix” espero que não fique bravo comigo, e já dei o nome para a continuação kkkkk, “PS2 Beast Of Rage Remix New”.

      Esta ideia sua de colocar uma dificuldade menor foi genial, não sei se da para fazer isso nos outros jogos, mas se desse seria interessante, aqui por exemplo tem um primo meu que vem jogar e ele nunca consegue ir longe na maior parte dos jogos BOR, por causa da dificuldade, até mesmo nós que de vez em quando só queremos espancar e não sermos espancado kkkk, mas esta é minha opinião!

      Parabéns, ótimo trabalho!

      • Há a possibilidade de continuação sim, mas utilizando o outro material que ficou de fora: Crisis Evil, Saint Seiya, e Strider seriam uma combinação no mínimo curiosa. Os Simpsons não cairiam bem com nada porque os gráficos por serem muito grandes iriam destoar demais dos outros elementos. Como já tem vários projetos que usam como base o Final Fight para criação de crossovers, eu não trabalharia com nada deste universo também – mesmo porque eu gosto mais do Streets of Rage.

        Tem problema renomear não. A minha ideia original era um PAK sem nome, meio que inspirado num elemento comemorativo como o “King of Fighters ’98 – The Slugfest” onde o jogo não faz parte de continuidade alguma. Eu não queria pôr um nome genérico gigante, mas no fim eu acabei pondo um genérico pequeno. A imagem da tela inicial eu achei no PAK do Alien vs Predador. Nela tinha alguns dizeres em inglês sobre aquele projeto ainda ser uma demo e tal. Eu limpei a parte de cima da imagem, recortei a de baixo – porque não dava para limpar a mensagem que havia nela – e estiquei um pouco até ficar na resolução padrão do BOR. Só uma pergunta: seria “Beast” ou “Beats” (lembrando que já existem 3 ou 4 projetos com o nome Beats of Rage Remix)?

        Sobre a dificuldade eu pensei bastante na possibilidade de adicionar um modo fácil, embora o desafio acentuado me agrada nos PAKs e tudo o que eu disponibilizei foi testado e zerado várias vezes para que eu tivesse certeza de que é possível jogá-los até o fim. Mas aqui “o bicho pegou”. Mesmo para mim a dificuldade algumas vezes me fazia querer quebrar o controle no meio, porém é esse tipo de desafio que eu gosto em beat ‘em ups. Dá para zerar, pode ter certeza, mas achei que o acréscimo de um modo fácil (ou chato) seria legal também. Foi a última adição ao projeto porque para funcionar direito dependia de que todo o resto estivesse funcionando 100%. Só para você entender como funciona essa adição, o PAK tem 11 fases por padrão; elas estão préconfiguradas com a dificuldade normal. O modo fácil não é um comando ou entrada num arquivo de configuração: são mais 11 fases, agora configuradas com menos inimigos em relação as outras fases. Na verdade o PAK tem 22 fases divididas em 2 modos na tela inicial. Havia a possibilidade do PS2 não aceitar esse acréscimo por causa da memória, mas eu arrisquei e funcionou.

        Eu estou neste momento mexendo no PAK das Tartarugas Ninja a fim de adicionar um modo fácil, mas também com base no que eu observei sobre o excedente de sprites nas animações que eu citei antes, eu vou tentar unificar as 2 partes e com isso talvez seja possível agregar todo conteúdo num PAK de parte única. Vamos ver.

        • Seria interessante mesmo um crossover (pode ser este o nome do projeto kkkk) de Crisis Evil, Saint Seiya, e Strider, fico imaginando a dificuldade!

          Caramba não tinha pensado que já existia outros com o mesmo nome, se quiser pode pensar em algum nome, eu acho meio pobre deixar como “PS2 Beats of Rage 2017”, eu gosto sempre de usar nomes, pois quando usamos data com o passar dos anos da a impressão de que o projeto esta velho. Mas tudo depende do seu gosto!

          Sobre a dificuldade, em geral eu pego um jogo de BOR e jogo ele varias vezes até terminar, é bem difícil eu conseguir terminar de primeira, independente a dificuldade!

          Se der muito trabalho deixa pra lá, eu imaginei que erá só mudar um arquivo de configuração, que simplicidade a minha, mas vale vocẽ investir tempo em novos projetos do que ter que refazer o negocio inteiro!

  20. Eu sempre costumo dizer que “esta é a última revisão”, mas no fim acaba ficando erros que passam desapercebidos. Esta revisão é para uma boa causa: eu adicionei um modo de dificuldade fácil (carinhosamente chamado de “Modo Chato”) na maioria dos PAKs. O Modo Chato se consiste numa redução de inimigos ou grupos de inimigos e na redução do HP dos chefes, entre 20 a 30% do valor original do Modo Normal. Não há adição de itens nem redução no HP dos inimigos comuns.
    Nem todos os jogos possuem 2 modos de dificuldade por causa do número máximo de fases suportadas pelo BOR. Segundo a documentação oficial, o total deste somatório (dificuldade normal + dificuldade fácil) não pode ultrapassar o valor máximo de 50 fases. Mesmo assim os jogos sem a adição da dificuldade fácil tiveram revisões estéticas, visando balanceamento da dificuldade normal e correção de algumas inconsistências visuais. Os PAKs estão separados por pastas de acordo com a revisão aplicada:

    – Jogos com 2 dificuldades + revisão estética –
    Crisis Evil 1 remake, Crisis Evil 2 remake, Saint Seiya ‘Death and Rebirth’ (versão normal), Strider X, e The Simpsons ‘Treehouse of Horror’ (versão normal).

    – Jogos com 2 dificuldades (sem revisão estética) –
    Beats of Rage 2017, Die Fuhrer Die, Rage of the Streets Zombies, e Teenage Mutant Ninja Turtles (versão normal).

    – Jogos com revisão estética (somente dificuldade padrão) –
    Battletoads, Rage of the Streets, Saint Seiya ‘Death and Rebirth’ (versão estendida), Teenage Mutant Ninja Turtles (versão estendida), e The Simpsons ‘Treehouse of Horror’ (versão estendida).

    Link (uns 272 Mb): https://drive.google.com/file/d/1xuhkVjdJ9t9XURV5TAEDvIDAUFcoj0-6/view
    Senha:PS2BOR

    OBS: Os jogos Final Fight 1, Final Fight 2, e Final Fight 3 não tiveram nenhum tipo de modificação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s